Menu
Busca Ter, 19 de maro de 2019
(67) 9.9928-2002
CAPITAL

Preso de MS que ensinava técnica de desativar alarme e 'cortar' caixas de banco e mais 12 são alvos do Garras

Alvos são investigados há cinco meses e cometiam ações criminosas em Mato Grosso do Sul e outros estados, de acordo com a polícia.

14 março 2019 - 16h20

A Delegacia Especializada em Repressão a Roubos à Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (14), em Campo Grande, operação para cumprir mandados de prisão contra detentos que, mesmo dentro da cadeia, participavam de crimes em agências bancárias de Mato Grosso do Sul e outros estados.

Ao G1 o delegado Fabio Peró, titular da unidade policial, disse os alvos são investigados há cinco meses. "Um deles é a pessoa quem ensinava a técnica de desativar alarmes, cortar caixas e também financiava o crime nas agências bancárias. Os outros também participavam arquitetando o crime e contavam com a ajuda de bandidos aqui fora", explicou.

A investigação ressaltou que são ao todo 13 mandados de prisão. "Na maioria dos casos que investigamos, tinha um preso que sempre aparecia. A partir dele, começamos a desvendar a organização criminosa", finalizou o delegado. Com informações, G1 MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A Dengue, Trad e o cúmulo
Prefeito joga a culpa no povo, chamando população de criminosa
EPIDEMIA
Saúde confirma quarta morte por dengue este ano em MS
CASO SUZANO
Suspeito de envolvimento em massacre de Suzano é levado para Fundação Casa
POLÍTICA
Senador protocola CPI para investigar ministros do Supremo
TROCA RIDICULA
Trump e Bolsonaro trocam camisas das seleções de futebol
INTERIOR
Polícia do Paraguai destrói três hectares de maconha na fronteira
ECONOMIA
Mais de 150 mil têm direito a desconto na conta de luz em MS
MISTÉRIO
3 adolescentes desaparecem a caminho da escola em Bataguassu
BRASIL E MUNDO
Ligação entre PCC e máfias envolvia neto de Jânio Quadros, aponta PF
VIAGEM AOS EUA
Deus, PT, mercado e piada com homofobia: a 1ª fala de Bolsonaro nos EUA