Menu
Busca Dom, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9.9928-2002
ECONOMIA

Governo vai manter liberação de FGTS para vítimas de Brumadinho

Informação foi confirmada hoje (12) pela Advocacia-Geral da União (AGU)

12 fevereiro 2019 - 14h40

O governo vai manter a liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para as vítimas de Brumadinho (MG). A informação foi confirmada hoje (12) pela Advocacia-Geral da União (AGU). O governo deve editar nos próximos dias medida provisória (MP) para alterar a lei sobre a utilização de recursos do fundo.

Atualmente, a Lei 8.036/1990, que trata do FGTS, permite que os beneficiários movimentem suas contas em caso de “necessidade pessoal, cuja urgência e gravidade decorra de desastre natural”. Desde o rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, Minas Gerais, em 2015, esse tipo de acidente passou a ser equiparado a desastre natural para que as vítimas pudessem movimentar esses recursos.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta segunda-feira (11) que sua equipe já analisava o assunto. Integrantes do governo defendem que a mineradora Vale, responsável pela barragem, arque exclusivamente com todos os custos evitando que o cidadão use recursos acumulados ao longo dos anos para se restabelecerem.

Três dias depois do desastre, ocorrido em 25 de janeiro e considerado como a pior tragédia humana da história recente, a Caixa Econômica Federal anunciou a liberação de saques do FGTS para trabalhadores que tiveram suas casas afetadas. A instituição financeira adotou a medida com base na Lei Federal 10.878/2004 limitando as retiradas a R$ 6.220. Com informações, Notícias ao Minuto.

Torre com Estrela - Itamar Buzzatta

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em Campo Grande
Árvore no meio do caminho impede passagem de pedestres e ciclistas
Em Campo Grande
Guarda Municipal é preso por fazer confusão e dar tiros para cima em estado de embriaguez
Homem é executado na frente da mulher em Dourados
Encontrado
Corpo do jogador Emiliano Sala será cremado na Argentina
Vaticano
Cardeal é expulso pelo Papa depois de acusações de abusos sexuais contra seminaristas
Sujeira na capital
Moradores realizam mutirão de limpeza em bairro da Capital
Interior
Jovem de 19 anos é morto a tiros em confronto com policiais militares
Mundo
Eleição na Nigéria é adiada horas antes do início da votação
Ataque Internacional
Ataque jihadista em Burkina Faso deixa pelo menos seis mortos
OPERAÇÃO DOLOS
Em operação policiais prendem quatro em flagrante delito por tráfico de drogas.