Menu
Busca Dom, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9.9928-2002
ECONOMIA

Consumo de energia elétrica deve crescer 7%

11 fevereiro 2019 - 07h00

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê crescimento de 7% na demanda por energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional (SIN), neste mês, em comparação com fevereiro do ano passado. A expansão será de 5,3 pontos percentuais em relação ao crescimento de 1,7% relativo a fevereiro do ano passado.

A informação foi dada pelo diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata. Para ele, no entanto, não há motivo para preocupação, porque o carnaval deste ano cai em março – no ano passado, foi em fevereiro. “As pessoas logo pensam: 'poxa, vai crescer tanto assim a carga? Então, aí acende o sinal amarelo. Acontece que, em fevereiro do ano passado, nós tivemos o carnaval, que este ano será em março.”

Brasília - O consumo de energia elétrica fechou os primeiros três meses do ano com queda acumulada de 4,2% em relação ao mesmo período do ano passado  (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Consumo de energia elétrica deve crescer neste mês, diz o ONS - Marcelo Camargo/Arquivo/Agência Brasil

Barata explicou que, no período de carnaval, o consumo cai bastante com a redução no ritmo de algumas atividades, principalmente na indústria. “Então, o consumo de energia em fevereiro deste ano vai ser muito maior do que no ano passado, uma vez que a semana do carnaval é de baixo consumo, por ser de baixa produção no país.”

Temperatura 

Lembrando as altas temperaturas verificadas em janeiro, que já levaram à quebra de cinco recordes de demanda de carga de energia ao SIN nas últimas três semanas, Eduardo Barata disse acreditar que a situação não deverá se repetir agora em fevereiro. “Nossa expectativa é de que, obviamente, vai haver crescimento de consumo, mas nada exagerado em relação às demandas que tivemos em janeiro, até porque é possível que as temperaturas não fiquem tão alta em fevereiro quanto estiveram no mês passado.”

Nas últimas três semanas, o país já bateu cinco recordes de demanda de energia ao Sistema Interligado Nacional. O último foi batido no dia 30 de janeiro, quando a demanda máxima do SIN chegou a 90.525 MW às 15h50. O recorde anterior, de 89.114 MW, foi batido no dia 23 de janeiro.

O Subsistema Sul também registrou recorde de carga por dois dias consecutivos. No dia 29 de janeiro, foi registrado pico de 18.554 MW, às 14h28. No dia seguinte, um novo recorde: 18.883 MW, às 14h08. Anteriormente, o recorde era de 17.971 MW, no dia 6 de fevereiro de 2014. Os recordes se devem às altas temperaturas registradas no país.Com informações da Agência Brasil

Avenida Afonso Pena - Itamar Buzzatta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em Campo Grande
Árvore no meio do caminho impede passagem de pedestres e ciclistas
Em Campo Grande
Guarda Municipal é preso por fazer confusão e dar tiros para cima em estado de embriaguez
Homem é executado na frente da mulher em Dourados
Encontrado
Corpo do jogador Emiliano Sala será cremado na Argentina
Vaticano
Cardeal é expulso pelo Papa depois de acusações de abusos sexuais contra seminaristas
Sujeira na capital
Moradores realizam mutirão de limpeza em bairro da Capital
Interior
Jovem de 19 anos é morto a tiros em confronto com policiais militares
Mundo
Eleição na Nigéria é adiada horas antes do início da votação
Ataque Internacional
Ataque jihadista em Burkina Faso deixa pelo menos seis mortos
OPERAÇÃO DOLOS
Em operação policiais prendem quatro em flagrante delito por tráfico de drogas.