Menu
Busca Ter, 19 de maro de 2019
(67) 9.9928-2002
JUSTIÇA OU INJUSTIÇA?

MP não vê motivo para prisão de terceiro suspeito de ataque em Suzano, e ele é liberado

Adolescente de 17 anos estudou com um dos atiradores de Suzano e foi visto com ele em estacionamento

15 março 2019 - 14h10

Após ouvir o depoimento do adolescente de 17 anos apontado pela polícia como terceiro suspeito de participar do massacre de Suzano, na Grande São Paulo, o Ministério Público (MP) discordou do pedido da polícia e concluiu que não há motivo para que o garoto fique apreendido. A juíza da Vara da Infância e Juventude negou o pedido de apreensão, e o adolescente voltou para casa no início da tarde desta sexta-feira.

No pedido de apreensão, feito na quinta-feira, a Polícia Civil argumentou que o garoto tinha atuado na "incitação ao crime". Os investigadores não revelaram ao GLOBO que elementos os levaram a chegar a essa conclusão. O adolescente se apresentou à Justiça pouco antes das 11h desta sexta-feira, acompanhado de familiares e de um advogado.

O depoimento ao MP durou pouco pouco mais de duas horas. Para a Procuradoria, faltaram provas de que o adolescente se envolveu, de fato, no planejamento do ataque a tiros na escola estadual Raul Brasil. Depois de saber da decisão da Justiça, o garoto deixou o Fórum de Suzano em um carro da prefeitura da cidade.

A decisão de apreender o adolescente foi anunciada nesta quinta-feira pelo delegado-geral, Ruy Ferraz Fontes .

Na quinta-feira, o dono de um estacionamento de Suzano, onde os assassinos costumavam guardar o carro, afirmou à polícia que viu o garoto junto com Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos,  e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos.

Além disso, o adolescente foi colega de classe de Guilherme no ano passado. Ele chegou a prestar depoimento na quarta-feira como testemunha. Com informações, O Globo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

A Dengue, Trad e o cúmulo
Prefeito joga a culpa no povo, chamando população de criminosa
EPIDEMIA
Saúde confirma quarta morte por dengue este ano em MS
CASO SUZANO
Suspeito de envolvimento em massacre de Suzano é levado para Fundação Casa
POLÍTICA
Senador protocola CPI para investigar ministros do Supremo
TROCA RIDICULA
Trump e Bolsonaro trocam camisas das seleções de futebol
INTERIOR
Polícia do Paraguai destrói três hectares de maconha na fronteira
ECONOMIA
Mais de 150 mil têm direito a desconto na conta de luz em MS
MISTÉRIO
3 adolescentes desaparecem a caminho da escola em Bataguassu
BRASIL E MUNDO
Ligação entre PCC e máfias envolvia neto de Jânio Quadros, aponta PF
VIAGEM AOS EUA
Deus, PT, mercado e piada com homofobia: a 1ª fala de Bolsonaro nos EUA