Menu
Busca Ter, 19 de maro de 2019
(67) 9.9928-2002
EDUCAÇÃO

Bolsonaro convoca Vélez ao Planalto: ministro da Educação pode cair

Ricardo Vélez enfrenta uma crise em sua pasta. Nos últimos dias, seis assessores foram demitidos, incluindo o secretário executivo

16 março 2019 - 06h30

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), convocou o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, para uma reunião de emergência no Palácio do Planalto. De acordo com informações preliminares, o ministro, que já está na sede do governo federal, deve ser afastado ainda nesta sexta-feira (15/3).

Desde a semana passada, Vélez enfrenta uma disputa entre grupos rivais dentro do Ministério da Educação (MEC). Em uma semana, sete pessoas foram demitidas da pasta.

As mudanças no ministério acontecem em meio a uma crise envolvendo críticas do escritor e guru do governo Olavo de Carvalho, que inclusive indicou o nome de Vélez a Bolsonaro. No Facebook, o escritor e ex-astrólogo chegou a aconselhar que seus alunos abandonassem a gestão atual.

O auge da crise veio com a polêmica provocada pelo envio de uma carta a escolas pedindo que crianças fossem filmadas cantando o Hino Nacional. O episódio fez com que o ministro deixasse de lado um grupo da sua equipe que se identificava com Olavo de Carvalho para embasar decisões nas opiniões dos assessores Ricardo Roquetti e Luiz Antonio Tozi, até então secretário executivo da pasta.

Na sequência, Olavo disse que Roquetti influenciava negativamente Ricardo Vélez ao “afastar o ministro de pessoas próximas ligadas a ele”, em referência a alunos e integrantes do governo que compartem de suas ideias.

A pedido do próprio presidente Bolsonaro, Tozi foi demitido nessa terça-feira (12). Para seu lugar, Vélez ecolheu Iolene Lima, diretora de uma escola batista evangélica em São José dos Campos (SP). Contudo, até a convocação do ministro por Bolsonaro nesta tarde, a Casa Civil ainda não tinha aprovado a nomeação. (Com informações da Agência Estado)

Deixe seu Comentário

Leia Também

A Dengue, Trad e o cúmulo
Prefeito joga a culpa no povo, chamando população de criminosa
EPIDEMIA
Saúde confirma quarta morte por dengue este ano em MS
CASO SUZANO
Suspeito de envolvimento em massacre de Suzano é levado para Fundação Casa
POLÍTICA
Senador protocola CPI para investigar ministros do Supremo
TROCA RIDICULA
Trump e Bolsonaro trocam camisas das seleções de futebol
INTERIOR
Polícia do Paraguai destrói três hectares de maconha na fronteira
ECONOMIA
Mais de 150 mil têm direito a desconto na conta de luz em MS
MISTÉRIO
3 adolescentes desaparecem a caminho da escola em Bataguassu
BRASIL E MUNDO
Ligação entre PCC e máfias envolvia neto de Jânio Quadros, aponta PF
VIAGEM AOS EUA
Deus, PT, mercado e piada com homofobia: a 1ª fala de Bolsonaro nos EUA