Menu
Busca Dom, 17 de fevereiro de 2019
(67) 9.9928-2002
Ministro do STF

Fux suspende duas ações penais em que Bolsonaro é réu

Pelo fato de ser presidente, o capitão reformado só pode ser processado por supostos crimes cometidos durante o mandato

12 fevereiro 2019 - 13h30

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu duas ações penais em que Jair Bolsonaro é réu na Corte.

Segundo o jornal “O Globo”, os dois inquéritos são referentes a uma entrevista de 2014, quando o então deputado federal disse que a também parlamentar Maria do Rosário (PT-RS) não merecia ser estuprada porque era “muito feia”.

As ações foram suspensas porque a Constituição diz que o "o presidente da República, na vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções".  Ou seja, Bolsonaro só pode ser processado por supostos crimes cometidos quando já assumiu o cargo.

Além disso, Fux suspendeu os prazos prescricionais do processo. O tempo corrido no mandato de Bolsonaro não contará para a prescrição.

 

 

Informações Notícias ao Minuto

Praça Ary Coelho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em Campo Grande
Árvore no meio do caminho impede passagem de pedestres e ciclistas
Em Campo Grande
Guarda Municipal é preso por fazer confusão e dar tiros para cima em estado de embriaguez
Homem é executado na frente da mulher em Dourados
Encontrado
Corpo do jogador Emiliano Sala será cremado na Argentina
Vaticano
Cardeal é expulso pelo Papa depois de acusações de abusos sexuais contra seminaristas
Sujeira na capital
Moradores realizam mutirão de limpeza em bairro da Capital
Interior
Jovem de 19 anos é morto a tiros em confronto com policiais militares
Mundo
Eleição na Nigéria é adiada horas antes do início da votação
Ataque Internacional
Ataque jihadista em Burkina Faso deixa pelo menos seis mortos
OPERAÇÃO DOLOS
Em operação policiais prendem quatro em flagrante delito por tráfico de drogas.