Menu
Busca Seg, 06 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Viral da Área 51

A invasão da Área 51 começou antes da hora e já teve duas primeiras prisões ocorridas no EUA

14 setembro 2019 - 13h13

Nesta semana, a polícia de Nevada, Estados Unidos, prendeu dois jovens holandeses, em uma área restrita da famosa Área 51. Sim, exatamente aquela, que um evento do Facebook reuniu milhares de pessoas com o objetivo de invadir local. O YouTuber, Ties Granzier, de 20 anos, e seu amigo, Govert Charles Wilhelmus Jacob Sweep, de 21, foram detidos por não obedecer aos avisos e invadir o local.

Em um comunicado público, a polícia informou que, antes de serem detidos, ambos estavam a cerca de cinco quilômetros do local. Os jovens portavam câmeras, um telefone, laptop e um drone. Ainda de acordo com o comunicado, Granzier e Sweep fizeram vídeos e fotos que captavam a parte de dentro da área.

Em suma, ao serem interrogados, ambos confirmaram saber ler, escrever e entender inglês. Nesse ínterim, os jovens disseram que também haviam visto os sinais de "não ultrapasse", ao longo do caminho. Entretanto, os jovens disseram que apenas "queriam ver as instalações".

Granzier tem mais de 730 mil inscritos, em seu canal do YouTube, que é intitulado como TIES. Antes de invadir o local, o YouTuber postou no Instagram uma selfie, feita no Grand Canyon. Na legenda, Granzier disse, aos seus seguidores, que estar ali sempre foi um sonho.

A invasão do local é motivo de tensão, pelo fato de ainda estar sendo divulgado nas redes sociais o evento "Invadam a Área 51, Eles Não Podem Parar Todos Nós". Marcado para o dia 20 de setembro de 2019, o evento sugere que os participantes devem invadir a área, para revelar a existência de vida alienígena.

Em entrevista à KTNV Las Vegas, afiliada da ABC, Sweep disse que os dois conheciam o evento e que isso era parte do motivo pelo qual eles decidiram visitar a área.

 

O evento

Ao que tudo indica, a piada no Facebook ganhou enormes proporções. Mais de um milhão de pessoas confirmaram presença no evento "Invadam a Área 51, Eles Não Podem Parar Todos Nós". Como já se sabe, o evento convoca as pessoas a invadirem a Área 51.

Localizada em Nevada, nos Estados Unidos, o local conhecido por supostamente abrigar e/ou ter abrigado alienígenas. Independente do que há ali, ao que tudo indica, o evento não despertou graça alguma no exército dos Estados Unidos.

Em entrevista ao Washington Post, Laura McAndrews, representante da Força Aérea dos EUA disse: "a Área 51 é um local de treino aberto para a Força Aérea dos EUA, e nós desencorajamos qualquer pessoa a tentar entrar na área. A Força Aérea dos EUA está sempre pronta para proteger a América e os seus ativos".

De acordo com o site TMZ, as autoridades locais sabem que o evento está marcado para 20 de Setembro. Além disso, os policiais estão autorizados a utilizar spray de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo. Qualquer pessoa, que tente invadir o local, será "presa e processada até os últimos limites da lei militar e da lei local", disse Laura McAndrews.

 

A Área 51

Localizada a cerca de 130 quilômetros ao noroeste de Las Vegas, a Área 51 é conhecida oficialmente como Homey Airport. Sua existência foi confirmada pela CIA, em 2013. Inicialmente, foi construída como base para treinamento das forças armadas norte americanas. A área ganhou notoriedade, justamente, por conta dos segredos que a envolvem.

Por haver sido mantida em sigilo, teorias a seu respeito começaram a surgir, principalmente envolvendo atividades alienígenas. Outras teorias dizem que o local é repleto de sistemas de transporte subterrâneos que conectam a outras áreas.

Até o momento, o cenário "místico", que envolve a Área 51, fez com que suas atividades nunca fossem confirmadas.

Com informações, Canal Tech e Fatos Desconhecidos.

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Comissão do impeachment de Witzel aprova retomada do prazo de defesa
Coxim
Mataram Zé Carlos gari que se destacava em denunciar injustiças contra o povo de Coxim.
Mundo
Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos
Campo Grande
O prefeito de Campo Grande incentiva uso de medicamento para combater Covid 19
O medicamento não é recomendado pela Anvisa, mas pode ser adquirido nas farmácias.
Dourados
Preso o acusado do assassinato do secretário Municipal se Dourados
Geral
Martha Rocha a 1a miss Brasil, faleceu aos 81 anos, em Niterói, Rio de Janeiro
Internacional
Premiê da Nova Zelândia lança campanha com promessa de empregos e financiamento
Brasíl e Mundo
Índia desiste de reabertura do Taj Mahal citando riscos do Covid 19
Loteria
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões A quina teve 75 apostas vencedoras cada uma receberá R$ 36.939,97
Campo Grande
Apesar de muito dinheiro recebido para combater a pandemia do Covid 19, a capital se tornou o epicentro do novo Coronavirus