Menu
Busca Qui, 28 de maio de 2020
(67) 9.9928-2002
Política

'A verdade foi dita, exposta em vídeo', afirma Sérgio Moro

Ex-ministro da Justiça acusa o presidente Jair Bolsonaro de tentar interferir na Polícia Federal ao longo da reunião do dia 22 de abril

23 maio 2020 - 06h30Por Agência Brasil-EBC

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro escreveu em sua conta em uma rede social nesta sexta-feira (22) que “a verdade foi dita” ni vídeo daoda reunião ministerial divulgado vídeo pelo ministro  Celso derde Mello do STF (Supremo Tribunal Federal).

"A verdade foi dita, exposta em vídeo, mensagens, depoimentos e comprovada com fatos posteriores, como a demissão do Diretor Geral da PF e a troca na superintendência do RJ”, afirmou Moro.

A liberação do vídeo atende a um pedido da defesa do ex-ministro para apurar supostas tentativas de intervenção na PF (Polícia Federal) que, segundo Moro, ocorreram ao longo do encontro ministerial do dia 22 de abril. 

 

A verdade foi dita, exposta em vídeo, mensagens, depoimentos e comprovada com fatos posteriores, como a demissão do DIretor Geral da PF e a troca na superintendência do RJ. Quanto a outros temas exibidos no vídeo, cada um pode fazer a sua avaliação.

 
CORONA 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Fachin pede inclusão na pauta do plenário do STF ação que pode suspender inquérito das fake news
Brasíl
Para Aras, o inquérito das fake news tem “exorbitado dos limites”
Brasíl
Rejeição a Bolsonaro bate recorde e chega a 43%, diz Datafolha
Fake news
Roberto Jeferson mandou aviso ao Ministro do STF, Alexandre de Moraes: "comigo o buraco é mais embaixo"
Judiciário
STJ nega federalizar investigações da morte de Marielle Franco
Fake-News
Aras diz que não cabe a partidos pedir apreensão de celular de Bolsonaro
Eleições 2020
Prefeitos de municipios querem ampliar o mandato, segundo Assomassul
Saúde Pública
África sofre transmissão comunitária prolongada do coronavírus, diz entidade
Politicos
Em reação ao STF coordenada por Bolsonaro, ministro da Justiça pede habeas corpus a Weintraub
Polícia
PF investiga desvio de verbas na Prefeitura de Uberaba