Menu
Busca Qua, 27 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
caso triplex

Após se entregar, Lula ficará preso em Curitiba, onde fará 'refeição simples'

Por Carol Assis
O ex-presidente Lula passou a noite de sábado (7) já na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde fará uma "refeição simples" no jantar, diz uma fonte da Polícia Federal à BBC Brasil .

O helicóptero da PF está a postos no aeroporto Afonso Pena para transportar Lula até o prédio da Superintendência assim que o ex-presidente chegar à cidade.

Oficiais da polícia ainda não sabem, no entanto, a hora exata em que Lula sairá de São Paulo. Após um discurso de 55 minutos, em que anunciou que iria cumprir o mandado de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro, o ex-presidente permanece no Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo.

Lula estaria almoçando com aliados e familiares e só depois se entregaria à PF. A partir daí, deve ser levado ao aeroporto de Congonhas para vir a Curitiba.

"De cabeça erguida eu quero chegar lá e falar ao delegado, 'estou à sua disposição'. (....) Sairei dessa maior, mais forte, mais verdadeiro e inocente porque quero provar que eles que cometeram um crime. Este pescoço aqui não baixa, vou de cabeça erguida e vou sair de peito estufado de lá", discursou Lula.

Confira o discurso do ex-presidente Lula antes da prisão
Diante da Superintendência em Curitiba, enquanto isso, manifestantes contra e a favor do presidente começam a se aglomerar - ainda em número reduzido -, e já há tensão entre os dois lados.

O prédio permanecerá fechado neste sábado. A sala onde Lula ficará preso era um dormitório utilizado para receber agentes de outros Estados e foi adaptada com uma cama de solteiro e uma mesa para recebê-lo. O espaço não tem grades, ar-condicionado, televisão, frigobar ou câmera interna de monitoramento.

Com 15 metros quadrados, a sala fica distante da carceragem da PF em Curitiba, onde estão presos outros réus da Lava Jato.

Segundo a PF, no entanto, a área externa da sala será monitora da a todo o momento.

Lula poderá receber a visita de seus advogados ainda no fim de semana, a pedido de Moro. Não é praxe, segundo policiais, permitir visitas nos fins de semana.
violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Presidente da Alems, Paulo Corrêa assume como governador em exercício de MS, nas férias de Reinaldo Azambuja
Campo Grande
Dono de hotel é detido com droga e dinheiro no centro
Campo Grande
Agentes da PRF interceptam carga de 9,5 tonelada de maconha na MS-276
Campo Grande
Onça solta no Pantanal já se alimentou e até atravessou o Rio Paraguai a nado
Covid 19 em MS
MS registra 1.047 novos casos; outros 5,2 aguardam encerramento
Marido matou esposa com 17 tiros após churrasco de família em fazenda de MS
Campo Grande
Quatro presos fogem do presídio de segurança Máxima de madrugada
Três Lagoas
Homem agride companheira e é preso por menina.
Covid 19
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
Tempo
Terça-feira de tempo claro, calor e pancadas de chuva à tarde