Menu
Busca Dom, 19 de janeiro de 2020
(67) 9.9928-2002
caso triplex

Após se entregar, Lula ficará preso em Curitiba, onde fará 'refeição simples'

Por Carol Assis
O ex-presidente Lula passou a noite de sábado (7) já na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde fará uma "refeição simples" no jantar, diz uma fonte da Polícia Federal à BBC Brasil .

O helicóptero da PF está a postos no aeroporto Afonso Pena para transportar Lula até o prédio da Superintendência assim que o ex-presidente chegar à cidade.

Oficiais da polícia ainda não sabem, no entanto, a hora exata em que Lula sairá de São Paulo. Após um discurso de 55 minutos, em que anunciou que iria cumprir o mandado de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro, o ex-presidente permanece no Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo.

Lula estaria almoçando com aliados e familiares e só depois se entregaria à PF. A partir daí, deve ser levado ao aeroporto de Congonhas para vir a Curitiba.

"De cabeça erguida eu quero chegar lá e falar ao delegado, 'estou à sua disposição'. (....) Sairei dessa maior, mais forte, mais verdadeiro e inocente porque quero provar que eles que cometeram um crime. Este pescoço aqui não baixa, vou de cabeça erguida e vou sair de peito estufado de lá", discursou Lula.

Confira o discurso do ex-presidente Lula antes da prisão
Diante da Superintendência em Curitiba, enquanto isso, manifestantes contra e a favor do presidente começam a se aglomerar - ainda em número reduzido -, e já há tensão entre os dois lados.

O prédio permanecerá fechado neste sábado. A sala onde Lula ficará preso era um dormitório utilizado para receber agentes de outros Estados e foi adaptada com uma cama de solteiro e uma mesa para recebê-lo. O espaço não tem grades, ar-condicionado, televisão, frigobar ou câmera interna de monitoramento.

Com 15 metros quadrados, a sala fica distante da carceragem da PF em Curitiba, onde estão presos outros réus da Lava Jato.

Segundo a PF, no entanto, a área externa da sala será monitora da a todo o momento.

Lula poderá receber a visita de seus advogados ainda no fim de semana, a pedido de Moro. Não é praxe, segundo policiais, permitir visitas nos fins de semana.
LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Deixe seu Comentário

Leia Também

Evangélicos Bolsonaro
Pastor evangélico é um dos agressores de manifestantes que protestavam contra Damares em São Carlos (SP)
São Gabriel do Oeste
Marido mata adolescente mãe de bebê
Dourados
Peladão correndo pela Presidente Vargas
Fronteira
A fuga se deu na madrugada de domingo através de buraco escava pelos membros do PCC
Brasil
A lei de Abuso de Autoridade trouxe mudanças importantes às quais todos deverão se adaptar
Campo Grande
"O prefeito e os vereadores de Campo Grande são omissos." reclamam os moradores de Campo Grande
Amanbai
DOF recupera carro roubado por marginal
Anastácio
Fiat encontrado dentro de córrego nesta manhã
Internacional
Vírus de origem chinesa pode ter infectado mais de mil de pessoas
Bela Vista
Pistoleiros assassinam dois politicos na fronteira