Menu
Busca Ter, 07 de abril de 2020
(67) 9.9928-2002
Brasíl e Mundo

Arábia Saudita endurece toque de recolher para conter coronavírus

26 março 2020 - 10h00Por Agência Brasil EBC

 Arábia Saudita registrou a segunda morte pelo novo coronavírus e endureceu o toque de recolher de âmbito nacional nessa quarta-feira (25), proibindo a entrada e a saída da capital Riad e das cidades sagradas de Meca e Medina, além da circulação entre todas as províncias.

As ordens, aprovadas pelo rei Salman e publicadas pela mídia estatal, incluíram o início do toque de recolher de três cidades das 19h para as 15h a partir desta quinta-feira (26).

A Arábia Saudita determinou o toque de recolher na segunda-feira (23), inicialmente por 21 dias, depois de registrar um salto das infecções pelo novo coronavírus. A segunda vítima de covid-19 no país foi um estrangeiro de 46 anos que residia em Meca, um dos 133 casos novos que elevaram o total saudita para 900.

Entre as seis nações do Conselho de Cooperação do Golfo, o número subiu para 2.472 e incluiu sete mortes. Os Emirados Árabes Unidos comunicaram 85 infecções novas, Omã 15 e o Kuwait quatro.

A Arábia Saudita também suspendeu voos internacionais e vistos para a peregrinação anual de Umrah, além de fechar mesquitas, escolas, shopping centers e restaurantes.

*Agência britânica de notícias

CORONA 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Judiciário
Deputado Federal Nelson Meurer vai continuar preso, segundo STF.
Política
Presidente da República ameaça demitir o Ministro da Saúde. Por quê será?
Política
Mandeta pode ser demitido hoje.
FUTEBOL
Médico de time francês se mata após confirmar coronavírus
Política
Até sexta-feira Mandeta poderá ser demitido.
Campo Grande
Prefeito Marcos Trad usa a Covid 19 para se aparecer, assim faz prova da proibida campanha eleitoral de 2020 e improbidade administrativa, disse uma fonte que pediu sigilo.
Economia
Covid-19: CMN cria linha de crédito com verba de fundo constitucional
Política
Presidente não deixe que te façam a "Rainha da Inglaterra", disse apoiador de Bolsonaro.
Política
Alguns ministros viraram estrela, mas a hora deles vai chegar, diz Bolsonaro
Saúde
O pico do Coronavirus será entre 25 a 30 de abril.