Menu
Busca Qui, 23 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Paralimpiadas

Atleta perde medalha de ouro nas Paralimpíadas por atraso de 3 minutos

05 setembro 2021 - 06h00Por Agência Brasil-EBC

Do céu ao inferno. A expressão se encaixa perfeitamente no que viveu Muhammad Ziyad Zolkefli, paratleta do arremesso de peso na atual edição das Paralimpíadas.

Isso porque o malaio, que venceu a prova masculina F-20 na terça-feira - com direito a recorde mundial (17,94m) -, perdeu ontem sua medalha de ouro. O motivo? Ele e outros dois esportistas chegaram três minutos atrasado para a etapa em questão.  

O porta-voz do Comitê Paralímpico Internacional, Craig Spence, afirmou em comunicado que eles foram autorizados a participar dos arremessos por, segundo a arbitragem, "terem uma razão lógica" para o atraso. "Permitimos que eles competissem e examinamos os fatos da questão depois", completou.

Após a prova, a organização das Paralimpíadas retirou a medalha de ouro de Zolkefli por entender, desta vez, que não havia motivo para o não comparecimento no horário marcado.

"A decisão foi baseada na Regra Mundial do Para-Atletismo 5.5 - 'Falha ao Reportar à Câmara de Chamada', que afirma que caso os atletas não estejam presentes na Câmara de Chamada no momento oportuno, conforme publicado na programação da Câmara de Chamada, eles serão mostrados no resultados como DNS (Do Not Start, ou "não iniciou")", publicou a entidade.

O ouro, portanto, saiu do paratleta da Malásia e foi para o ucraniano Maksym Koval, que terminou os arremessos na 2ª colocação originalmente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo
Combate aos incêndios no Pantanal mobiliza 510 homens e seis aeronaves: incidência de focos é menor em três anos críticos
Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.