Menu
Busca Sb, 17 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002
BRASIL E MUNDO

Clientes denunciam restaurante após diagnóstico de toxoplasmose

Pessoas afirmam que contraíram a doença após consumirem produtos do estabelecimento, localizado em Pinheiros, na zona oeste da capital

15 maio 2019 - 10h50

Clientes de um bar em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, denunciaram o estabelecimento após serem diagnosticados com toxoplasmose, doença causada por um parasita que vem dos gatos. O problema é contraído com a ingestão de alimentos contaminados, consumo de leite não pasteurizado, transfusão sanguínea e pela transmissão mãe-filho — quando mulheres gravidas estão contaminadas e não fazem o tratamento.

De acordo com a Record TV, em um site de reclamações online, um usuário anônimo informou, no dia 3 de abril, que foi com os colegas almoçar no estabelecimento e, após esse dia, todos começaram a apresentar os sintomas da doença. “Quatro pessoas que comeram o mesmo prato ficaram com febre, dores no corpo, entre outros sintomas”, diz a postagem.

Na mesma página, outros clientes afirmaram que estiveram no restaurante na mesma época e que também contraíram a doença.

Cerca de um mês depois, no dia 7 de maio, a empresa respondeu a mensagem informando que o restaurante está dentro das normas de higiene e que não há risco de toxoplasmose contraída por alimentos e bebidas ingeridas no local. “Desde o início de suas atividades, [o restaurante] mantém rígido controle dos processos e procedimentos envolvendo a manipulação e a elaboração de alimentos e bebidas servidos a seus clientes”, afirma a publicação.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, desde março deste ano, a toxoplasmose passou a ter notificação obrigatória pelos serviços de saúde e vigilância. Uma avaliação preliminar identificou três surtos de toxoplasmose, de provável transmissão por alimentos, que contaminou cerca de 45 pessoas.

A coordenadoria de vigilância em saúde informou que uma equipe técnica fez vistorias no estabelecimento no dia 18 de abril. Após receber novas denúncias, o local passou por outra inspeção sanitária no dia 7 de maio. O órgão disse que amostras de alimentos e água do local foram coletados e encaminhados para a análise. Os resultados ainda não estão disponíveis.

 

Outro lado

Em nota, publicada nas redes sociais, o restaurante disse que, segundo o laudo da Vigilância Sanitária, o local apresenta condições satisfatórias de higiene e conservação de instalações e que não foi constatado prática de risco para a transmissão da doença.

O comunicado informou ainda que até o momento nenhum médico ou oftalmologista entrou em contato com o estabelecimento e que rastrear a origem exata da contaminação é uma tarefa complexa. Com informações, R7.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Black Friday está próximo
Governo lança a Semana do Brasil, a 'Black Friday da Independência'
Famosos/Política
Lula sobre o Véio do Havan: “parece o Louro José. Qualquer dia a Ana Maria coloca ele em cima da mesa”
Eleições 2020
André quer ser prefeito, é cara de pau, dinheiro, partido e conhece seus cupinchas.
Escândalo com recursos públicos
Coringa, Bilú, ET, Governador e deputados serão homenageados pela camarilha
Gestão bolsonarista
Após sete meses, Damares Alves não investiu nada na Casa da Mulher Brasileira
Política - eleição 2020
Não adianta os adversários quererem acabar com o Progressistas porque ele vai lançar bons candidatos majoritários,vereadores e vereadoras
Justiça
PGR pede acesso a inquérito sobre investigação do caso Marielle
Economia
Situação piora e Anatel avalia até uma intervenção na Oi
Assassinato
A fronteira é dominada pelos criminosos
Seleção Brasileira
Tite convoca seleção com novidades para amistosos do próximo mês