Menu
Busca Seg, 27 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasíl e Mundo

Coréia do Norte registra primeiro caso do novo Coronavirus

27 julho 2020 - 12h06Por Plantão de Notícias

Kim convocou uma reunião de emergência do Politburo em resposta ao que ele chamou de "situação crítica na qual se pode dizer que o vírus vicioso tenha entrado no país", relatou a notícia estatal do Norte da KCNA.

Uma pessoa que desertou para a Coréia do Sul há três anos retornou através da fronteira fortificada que divide as duas Coréias à cidade de Kaesong este mês com sintomas de COVID-19, a doença causada pelo vírus, informou a KCNA.

"Um evento de emergência aconteceu na cidade de Kaesong, onde um fugitivo que foi ao sul há três anos, uma pessoa suspeita de ter sido infectada pelo vírus vicioso retornou em 19 de julho depois de cruzar ilegalmente a linha de demarcação", disse a KCNA.

A KCNA não disse se a pessoa havia sido testada, mas disse que "um resultado incerto foi obtido a partir de vários exames médicos da secreção do órgão respiratório superior e sangue dessa pessoa", levando os funcionários a colocar a pessoa em quarentena e investigar qualquer pessoa que possa ter. esteve em contato com.

Um analista disse que o anúncio era importante, não apenas porque a Coréia do Norte estava relatando pela primeira vez um caso suspeito de coronavírus, mas também porque sugeria que estava pedindo ajuda.

 
 
 
O líder norte-coreano Kim Jong Un realiza uma reunião ampliada de emergência do Bureau Político do Comitê Central do WPK nesta foto sem data divulgada em 25 de julho de 2020 pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte (KCNA) em Pyongyang. KCNA via REUTERS

"É um momento de quebra de gelo para a Coréia do Norte admitir um caso", disse Choo Jae-woo, professor da Universidade Kyung Hee.

“Pode ser pedir ajuda ao mundo. Talvez para assistência humanitária.

A Coréia do Norte está sob pressão econômica por causa de sanções internacionais sobre seu programa nuclear.

 

Apresentação de Slides (5 Imagens)

«SITUAÇÃO DIRE»

Cho Han-bum, membro sênior do Instituto de Unificação Nacional da Coréia em Seul, disse que é significativo que a Coréia do Norte esteja relatando que seu primeiro caso suspeito de coronavírus foi importado.

“A Coréia do Norte está em uma situação tão terrível, onde eles nem conseguem terminar de construir o Hospital Geral de Pyongyang a tempo. Apontando a culpa para um 'caso importado' da Coréia do Sul, o Norte pode usar isso como uma maneira de aceitar abertamente a ajuda do Sul ”, afirmou Cho.

A KCNA não detalhou como o "fugitivo" não identificado havia atravessado uma das fronteiras mais fortemente protegidas do mundo, mas disse que o incidente estava sendo investigado e que a unidade militar responsável enfrentaria "punição severa".

Os Chefes de Estado-Maior Conjunto do Sul (JCS) disseram que havia uma "grande chance" de alguém ter atravessado e que os militares estavam verificando imagens de vigilância. Ele até sugeriu que poderia identificar a pessoa.

"Nossos militares especificaram algumas pessoas e estão verificando os fatos em estreita colaboração com agências relacionadas", afirmou o JCS.

A Coréia do Norte recebeu milhares de kits de testes de coronavírus da Rússia e de outros países e impôs rigorosos fechamentos de fronteiras.

Milhares de pessoas na Coréia do Norte também foram colocadas em quarentena, uma vez que foram tomadas precauções para evitar um surto de coronavírus, mas as restrições foram reduzidas recentemente.

Reportagem de Sangmi Cha e Josh Smith; Edição por Sandra Maler, Robert Birsel

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Festa do Corinthians no pódio após a conquista do Brasileiro Feminino
Covid 19
Brasil soma 243 mortes por Covid e 8.668 novos casos em 24 horas
Total de infectados desde o início da pandemia é de 21,3 milhões, enquanto óbitos chegam a 594.443
Economia
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
Brasíl e Mundo
Austrália: pacto de Aukus não levará à proliferação nuclear
Tempo
Última semana de setembro terá pancadas de chuva com destaque para calor e tempo seco
Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS