Menu
Busca Qua, 25 de novembro de 2020
(67) 9.9928-2002
CALDAS NOVAS

Corpo de veterinário que caiu em lago ao fazer selfie é encontrado

01 maio 2018 - 18h55Por Redação Notícias VIP
O corpo do médico veterinário Rodolfo Cabrini Costa e Silva, de 34 anos, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros na terça-feira (1º), no Lago Corumbá em Caldas Novas, na região sul de Goiás. O homem caiu na água enquanto tirava uma selfie e morreu afogado.

De acordo com os bombeiros, o corpo da vítima foi localizado a 35 metros de profundidade, após oito horas de buscas.

Rodolfo trabalhava em Goiânia e estava passando o feriado em Caldas Novas com a namorada e um grupo de amigos. Segundo informa o G1, os bombeiros foram acionados por volta das 20h30 de segunda-feira (30), quando o veterinário caiu na água e não apareceu mais.

O vice-prefeito de Trindade Gleysson Cabrini (PSDB), primo da vítima, contou que Rodolfo estava se divertindo quando o acidente aconteceu. Ainda não sabemos se ele teve algum mal súbito ou se afogou. Era um atleta: pedalava, corria, nadava. Ninguém entendeu o que aconteceu?, afirmou.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e deve ser levado para Trindade, cidade onde nasceu e vive a família.
violência contra a mulher 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pandemia de Covid 19
Alemanha tem recorde de casos de covid-19 com 410 mortes em 24 horas
Esporte
Série B: Cruzeiro derruba série invicta da Chape e fica longe do Z-4
Esporte
Libertadores: com um a menos, Flamengo segura empate com Racing
Brasil
Brasil passa de 170 mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia
Campo Grande
Corpo de chargista é achado esquartejado e queimado; namorada confessou o assassinato
Justiça condena seguranças que açoitaram adolescente em supermercado
Brasilia
Parlamentares aprovam convite a Pazuello para que fale sobre encalhe de testes da Covid-19
Campo Grande
Prefeitura de Campo Grande fecha contrato de R$ 3 milhões para uniformes escolares
Brasíl
Pix tem quase 4,4 milhões de portabilidade de chaves
Crime Organizado
PF combate, no Rio, furtos de encomendas nos Correios