Menu
Busca Ter, 14 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Internacional

Egito vai receber de volta sarcófago de ouro roubado em 2011 e que era exibido em museu de Nova York

Peça foi levada do país, passou por uma rede de tráfico internacional, até ser comprada pelo museu. Ao saber da origem, museu colaborou com as investigações. O sarcófago tem 1,8 metro de comprimento e é avaliado em US$ 4 milhões.

27 setembro 2019 - 14h14Por G1

O Egito vai receber de volta um sarcófago de ouro, avaliado em US$ 4 milhões, que havia sido roubado do país em 2011 e foi parar em uma exposição no Metropolitan Museum of Art, em Nova York.

As autoridades americanas propuseram a devolução quando souberam que o objeto havia sido roubado no ano da revolta contra o então presidente do Egito, Hosni Mubarak.

O sarcófago de 1,8 metro de comprimento e banhado a ouro foi montado para a múmia de Nedjemankh, um alto sacerdote do deus Heryshef.

De acordo com o site do museu, o sarcófago foi decorado com cenas e textos hieroglíficos destinados a guiar o líder religioso em sua jornada para a vida eterna.

 

Tráfico internacional de arte

Uma investigação conjunta feita pelas autoridades dos Estados Unidos, Egito, Alemanha e França concluiu que o sarcófago foi roubado do Egito em 2011, na região de Minya, após a Revolução Egípcia.

De acordo com o site da promotoria do distrito de Manhattan, os criminosos contrabandearam o objeto para fora do Egito e transportaram pelos Emirados Árabes Unidos, depois para a Alemanha, onde foi restaurado, e para a França, onde foi vendido ao Metropolitan Museum of Art em julho de 2017.

Nos Estados Unidos, o sarcófago foi exibido ao lado de outros 70 itens da coleção egípcia.

A exposição foi suspensa em fevereiro, quando a peça foi apreendida no museu e entregue ao procurador do distrito de Manhattan, Cyrus Vance Jr.

Segundo Vance, o grupo internacional de traficantes que comercializou a peça é responsável pela venda ilegal de centenas de outras obras de arte.

"A devolução de tesouros culturais roubados a seus países de origem está no centro de nossa missão de impedir o tráfico de antiguidades roubadas. Tenho a honra de repatriar esse artefato extraordinário de volta ao povo do Egito", disse Vance à CNN.

 

Novo museu no Egito

 
Sarcófago de ouro de Tutancâmon é restaurado pela primeira vez desde sua descoberta em 1922 — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Sarcófago de ouro de Tutancâmon é restaurado pela primeira vez desde sua descoberta em 1922 — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

O Egito está construindo um novo museu, que deve ser aberto até o final de 2020. Lá, outro sarcófago de ouro deverá ser exibido: o do faraó Tutancâmon.

A restauração da peça começou neste ano. O sarcófago e a coleção da tumba de Tutancâmon serão as peças centrais do novo Grande Museu Egípcio, que será aberto no ano que vem próximo às Pirâmides de Gizé. Com informações, G1.

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Justiça determina quebra de sigilo bancário da Backer
Política
Governo vai enviar PL com penas mais rígidas para violência sexual
Saúde
Covid-19: Brasil chega a 72,8 mil óbitos e 1,88 milhão de casos
Brasília
Defesa aciona PGR contra Gilmar Mendes por ministro ter associado Exército a genocídio
Saúde
Crise do coronavírus pode ficar "pior e pior e pior", alerta OMS Reuters Staff
Brasíl e Mundo
Estudante de veterinária levou uma picada da terrível naja tinha outras cobras exóticas
Brasíl
Mulher de Queiroz se entrega e cumprirá prisão domiciliar com marido no Rio
Educação
Bolsonaro nomeia pastor Milton Ribeiro como ministro da Educação
Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras
Bolsonaro e Coronavirus
Reabertura precoce transforma Brasília em epicentro da Covid-19