Menu
Busca Qui, 22 de outubro de 2020
(67) 9.9928-2002
assassinato

"Ele era fofo demais", afirma pai que mordeu o filho até matá-lo na Indonésia

11 maio 2018 - 11h36Por Redação Notícias VIP
Um pai mordeu o filho até a morte durante uma viagem para uma praia na Indonésia. De acordo com informações do Mirror , o homem identificado somente como HB, de 28 anos, afirmou ter matado a criança de quatro anos ?por ela ser fofa demais para não ser devorada?.

O garoto foi encontrado com feridas espalhadas por todo o corpo na praia de Losari, na ilha indonésia de Sulawasi. Em depoimento à polícia local, o pai  ainda revelou ter mordido a criança até matá-la por ficar ?chateado com o fato de o filho rejeitar seu afeto?.

Pai chegou a mentir sobre causas da morte 

A mãe da vítima, que não teve a identidade divulgada, contou aos oficiais que descobriu sobre o assassinato do filho após receber um telefonema, sendo informada de que o menino estava em estado grave no hospital, onde faleceu horas depois.

A polícia de Sulawasi alegou que, no começo das investigações, o acusado teria mentido sobre a causa da morte do filho, assegurando que ele teria falecido após um acidente de moto.

Entretanto, depois da realização da autópsia, as autoridades passaram a suspeitar da versão contada pelo homem. "Nós inspecionamos o corpo e identificamos que havia muitas feridas no menor de idade. Não eram ferimentos geralmente comuns em acidentes de trânsito?, explicou um porta-voz da polícia.

Depois de ser interrogado, HB admitiu ter mordido o menino várias vezes. Ele usou o termo "gemes", típico na Indonésia para descrever o desejo de morder ou beliscar algo considerado bonito e gracioso ou ainda explicitar a vontade de machucar alguém pelo aborrecimento causado ao sentimento não correspondido.

"Eu o mordi porque ele realmente era muito gracioso", disse o pai aos policiais no momento em que confessou o crime.  A polícia de Sulawesi informou que ainda não se sabe quantas vezes ou quão forte foram as mordidas, e o agressor poderá ser condenado a uma pena de prisão de 15 anos por assassinato.

Fonte: Último Segundo - iG 
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil e Mundo
Recusa de Bolsonaro à vacina chinesa repercute no mundo
Política
Kassio Nunes afirma em sabatina que podem ser feitas correções na Lava Jato
Brasil
Operação Índia cumpre mandados no DF e em cinco estados
Saúde
Morre brasileiro voluntário para vacina de Oxford
Pastor hipócrita
Pastor é preso por abuso dentro de ônibus e diz que 'caiu em tentação'
Brasil
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, está com covid-19
Operação Arla 32
PRF participa de operação de combate a adulteração de combustíveis e Arla 32
Saúde
Não há intenção de compra de vacina chinesa, diz secretário
Política
Bolsonaro diz que governo federal não comprará vacina CoronaVac
Brasilia
Nunes fala de independência de Poderes e ativismo judicial, no Senado