Menu
Busca Sex, 17 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Policia

Embaixadora da Filipina agride empregada doméstica com tapas, socos e chutes.

O caso foi revelado pelo Fantástico na Tv Globo.

26 outubro 2020 - 06h09Por Jornalista de plantão, NV

O Fantástico e a GloboNews tiveram acesso a uma série vídeos que mostram a embaixadora das Filipinas no Brasil agredindo uma empregada doméstica, dentro da residência diplomática. As imagens são fortes e foram usadas como provas em uma denúncia feita contra a embaixadora no fim de agosto.

Desde que chegou ao Brasil, há dois anos e meio, a embaixadora das Filipinas Marichu Mauro teve uma vida pública agitada: foi recepcionada pelo ex-presidente Michel Temer, participou de uma série de eventos e, no início deste mês, recebeu até uma condecoração do presidente Jair Bolsonaro.

Mas a menos de dois quilômetros do Palácio do Planalto, protegida pelos muros da embaixada, a diplomata agredia repetidamente uma empregada doméstica.

A vítima tem 51 anos, também é filipina e trabalhava na residência oficial da embaixadora, que fica nos fundos do prédio principal. As agressões foram registradas pelo circuito interno e vistas por um funcionário que não quis se identificar.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Apoiadores de Bolsonaro fazem ato em Copacabana, no Rio de Janeiro
São Paulo
Manifestantes fazem ato na Av. Paulista a favor de Bolsonaro
Brasília
PM informa que restabeleceu bloqueio na Esplanada dos Ministérios
Tribunal de Justiça
Fux manda retirar bandeira do Brasil Império hasteada na sede do TJ de Mato Grosso do Sul
Brasília
Esplanada terá esquema especial de segurança para protestos deste feriado
Brasíl
7/9: Moraes bloqueia contas de acusados de organizar atos antidemocráticos
MS já vacinou 50% dos jovens de 12 a 17 anos contra covid com a 1° dose – Feriado
MS
Secretaria de Estado de Saúde confirma três casos da variante Delta em Mato Grosso do Sul
STF
Urgente: Moraes determina prisão de ex-PM que o ameaçou de morte
Meio Ambiente
Ganhou prazo para resolver o problema, sob pena de multa e improbidade do prefeito