Menu
Busca Sex, 26 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
maldade

Engenheiro russo envenenou colegas como vingança por não ser promovido

10 abril 2018 - 17h41
Um habilidoso designer russo de uma empresa de defesa ultra secreta decidiu vingar-se de dois dos seus colegas, dando-lhes veneno para ingerir.

Vladislav Shulga, de 37 anos, ficou fulo por não ser promovido, e decidiu colocar um liquido tóxico, conhecido como veneno de Saddam Hussein, na água do chefe.

O seu ato de vingança terá tido consequências inofensivas para os principais visados, mas acabou por afetar outros dos seus colegas, noticia o Mirror.

Sabe-se que o dono da empresa não sofreu quaisquer danos, enquanto o vice ficou paralisado da cintura para baixo.

Outros colegas também denunciaram ter sofrido consequências com o ato de vingança, com muitos a queixarem-se de queda de cabelo e de doenças crónicas.

Depois de várias queixas, e de a polícia ter começado a investigar, Shulga admitiu o seu ato e enfrenta agora uma pena de cinco anos de prisão.
Banner da campanha da dengue

Deixe seu Comentário

Leia Também

Menininho Bolsonaro, ‘Não se meta’
POLÊMICA
Segundo o GLOBO: Bolsonaro alerta para amputações de pênis no Brasil por falta de água e sabão
CAPITAL
Menina de 5 anos é estuprada pelo marido da avó e pega HPV
INVESTIGAÇÃO
Procon encontra produtos vencidos há quase dois anos em postos de combustível
FAMOSOS
ELIANA ENTREGA QUE SABRINA SATO TIRA MUITO LEITE DURANTE ALMOÇO: "E NÃO MANCHEI A ROUPA"
CASO SUZANO
Imesc entrega laudos dos alunos feridos no ataque à escola de Suzano
4 ANOS APÓS CRIME!
Homem que matou enteada esfaqueada em MS é preso em Goiânia
POLÍTICA
“Brasil não pode ser país do mundo gay, temos famílias”, diz Bolsonaro
FRONTEIRA
Rastros do PCC: celular de agente executado na fronteira será periciado em Assunção
BRASIL E MUNDO
Mulher morre ao cair em moedor de carne comercial