Menu
Busca Sáb, 19 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Meio Ambiente

Estufa gigante com plantas mais raras do mundo reabrirá em Londres

06 maio 2018 - 23h48Por Redação Notícias VIP
A maior estufa da época vitoriana reabrirá no sábado em Londres, após cinco anos fechada para renovação, para mostrar algumas das plantas mais raras do planeta.

A imensa "Temperate House" no Jardim Botânico Real de Kew, no oeste de Londres, permaneceu fechada durante os últimos cinco anos para ser renovada, em um projeto de 41 milhões de libras (57 milhões de dólares).

Esta estufa acolherá cerca de 1.500 espécies procedentes de diversas áreas, da África até a a América, passando por Austrália e Ásia.

"Foi surpreendente ver como este projeto se desenvolvia, o edifício aparece de forma esplêndida e algumas das plantas mais raras do mundo voltam a seu lar a salvo", disse Richard Barley, diretor de Horticultura no jardim botânico de Kew.

Uma das plantas mais singulares expostas é a sul-africana Encephalartos woodii, parecida com uma palmeira, com folhas de cor verde escuro, que se encontra extinta em estado silvestre.

O impressionante edifício foi inaugurado em 1863, e sua estrutura de ferro e vidro foi desenhada pelo arquiteto Decimus Burton em 1860.
news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 135 mil mortes por covid-19
Meio Ambiente
Nuvem de fumaça provocada por queimadas no Pantanal chega ao céu de São Paulo
Brasil
Fumaça do Pantanal faz avião de Bolsonaro arremeter em MT
Três Lagoas
Fogo destrói vegetação, floresta de eucalipto e interdita rodovia em MS
Brasil
Tite convoca a Seleção Brasileira para a estreia nas Eliminatórias
Geral
Do outro lado do balcão De ex-juiz Federal a ex-ministro da Justiça, agora Sergio Moro é o mais "jovem" advogado do Brasil.
Saúde
Uma de 7 infecções de Covid-19 relatadas ocorre em profissionais de saúde, diz OMS
Brasíl
Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência na PF
Brasíl
829 mortos por Covid 19 e 36.330 novos casos de contaminados
STF
COVID NOS PRESÍDIOS Fux renova Recomendação 62 por 6 meses e restringe alcance