Menu
Busca Qui, 24 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Lava jato

Ex-presidente Horácio Cartes não quer ser preso

26 novembro 2019 - 12h29Por Reuters

O ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes disse nesta segunda-feira (25) que está aberto a uma investigação de promotores do seu país depois de um juiz brasileiro expedir um mandado de prisão contra ele na semana passada como parte das investigações da operação Lava Jato.

O mandado de prisão foi parte de uma nova fase da Lava Jato no Rio de Janeiro intitulada Patrón, que teve como alvo doleiros que contribuíam com lavagem de dinheiro.

Leia também: PF prende doleiro e mira ex-presidente do Paraguai

O juiz federal Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, alegou que Cartes, magnata do setor de tabaco que governou o Paraguai de 2013 a 2018, ajudou o doleiro Dario Messer — conhecido como "doleiro dos doleiros" — antes de Messer ser preso em julho, em São Paulo.

Carta à promotoria

Em uma carta à promotoria paraguaia, Cartes pediu que o órgão investigue o caso, que ele disse envolver uma conduta que ocorreu "inteiramente" em território paraguaio.

"Eu me apresento e me coloco à disposição do Ministério Público para que... os fatos e comportamentos atribuídos à minha pessoa sejam investigados e julgados", escreveu Cartes.

Na carta, Cartes se apresenta como um senador vitalício e senador eleito, status que lhe garante imunidade de ser processado. No entanto, sua condição como membro do Senado é amplamente debatida no país por políticos e juízes.

Mira em doleiros

A operação Patrón mirou em doleiros envolvidos no esquema de corrupção do ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral, que está preso desde 2017. Messer é considerado peça-chave nesse caso.

Cartes, de 63 anos, é considerado um dos homens mais ricos do Paraguai e mantém influência política. Durante seu mandato ele também fez mudanças no Judiciário do país, incluindo a nomeação do atual chefe da Procuradoria-Geral do país.

Horácio Cartes teria supostamente "comprado" senadores para afastar o então presidente Lugo.

Cartes é uma pessoa que iniciou suas atividades como cambisia, depois criou um casa de câmbio e criou Banco Amanvay. Tem fábricas de cigarros e muitos lambe botas.

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corrupção
Operação da PF apura desvios no SUS de mais de R$ 2 milhões Ao todo 10 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no RS e ES
Brasíl e Mundo
Tóquio exigirá testes de covid-19 para atletas, mas não quarentena
Brasíl e Mundo
Time coloca Bolsonaro entre 100 mais influentes e o responsabiliza por mortos na pandemia e crise ambiental
Saúde
J&J inicia estudo final de vacina contra Covid-19 em 60 mil voluntários
Vacina contra Covid 19
Polícia
"Argumento para lacrar bancas do bicho é ocupação de calçadas sem autorização " disse site de notícias.
Rio de Janeiro
"Vai vendo ... Witzel faltou algumas aulas do prefeito Crivella " disse a fonte
Mundo
Torre Eiffel é esvaziada em Paris Informação é da equipe de imprensa da torre
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto dentro de cela
Campo Grande
Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros
Fronteira
Foram presos contrabandistas, entre eles um dos policiais da Operação Omertà.