Menu
Busca Sex, 30 de julho de 2021
(67) 9.9928-2002
BRASIL E MUNDO

‘Fui ao futuro, voltei, e vi que está tudo bem’, afirma Nicolás Maduro

19 janeiro 2019 - 13h00

“Eu fui ao futuro e voltei”, afirmou o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. “Vi que tudo está bem e que a união cívico-militar garantiu a paz e a felicidade ao nosso povo. Tenham certeza.” A declaração foi feita em discurso na segunda-feira (14), durante preparativos para um evento militar, mas só agora viralizou nas redes sociais.

Apesar de parecer piada, a fala não foi interpretada assim por aqueles que estavam presentes ao local – apoiadores do ditador, que tentava defender seu projeto de poder. Na noite de quinta (17), o Ministério das Relações Exteriores do Brasil chegou a declarar que “o sistema chefiado por Maduro constitui um mecanismo de crime organizado“.

O chavista assumiu na semana passada o segundo mandato como presidente venezuelano. Na segunda, ele aproveitou para dizer à população local que todos sairão mais fortes e sábios “de toda essa conjuntura”. O país vive grave crise econômica e escassez de alimentos. “Um punhado de imaturos não podem danificar a vida republicana da Venezuela.”

A eleição de Nicolás Maduro foi criticada dentro e fora da Venezuela – cerca de 40 países dizem que o governo é ilegítimo, entre eles o Brasil. A Organização dos Estados Americanos (OEA) e opositores do regime se reuniram com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e o chanceler Ernesto Araújo, na tarde de quinta-feira, em Brasília.

Em vídeo gravado ao lado de opositores de Maduro, Bolsonaro afirmou que fará de tudo para ajudar a restabelecer a democracia na Venezuela. Ele classificou como “desgoverno” a gestão do venezuelano. “Faremos sim, continuaremos fazendo, tudo o [que for] possível para restabelecer a democracia e a liberdade”, declarou.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fonte:jovempan

CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana