Menu
Busca Qua, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9.9928-2002
Bolívia

Golpe de estado faz Evo Morales renunciar à presidência da Bolívia

10 novembro 2019 - 18h18Por Rui Barbosa

A covardia dos bolivianos opositores ao renuncia te presidente  Evo Morales, foi muito radical.

Apesar de Evo convocar novas eleições presidenciais, os seus opositores começaram a incendiar as casas das irmãs de Evo com apoio de militares.

Prefeita apoiadora de Evo Morales foi obrigada a sair nua pelas ruas.

Um governador teve seu escritório queimado.

As fronteiras foram todas fechadas pelos militares e policiais bolivianos.

Não restou outra alternativa a Evo para evitar uma tragédia maior que renunciar juntamente com seu vice.

 general Williams Kaliman, comandante-chefe das Forças Armadas, pediu neste domingo (10) ao presidente Evo Morales que renuncie, em meio a protestos por sua questionada reeleição na votação de 20 de outubro, nas qual a Organização de Estados Americanos (OEA) apontou irregularidades.

“Após analisar a situação conflituosa interna, pedimos ao presidente de Estado que renuncie a seu mandato presidencial permitindo a pacificação e a manutenção da estabilidade, pelo bem da nossa Bolívia”, disse o general Kaliman à imprensa.

O pedido foi reforçado pelo comandante geral da Polícia, general Vladimir Yuri Calderón: “Nos somamos ao pedido do povo boliviano de sugerir ao senhor presidente Evo Morales que apresente sua renúncia para pacificar o povo da Bolívia”, declarou.

Desde as eleições de 20 de outubro, nas quais Morales foi reeleito para um quarto mandato de cinco anos, o país é palco de protestos multitudinários, paralisações e episódios violentos, que deixaram três mortos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Carnaval
Águia de Ouro campeã do Carnaval em São Paulo
Capital
Sujeira tradicional nas calçadas de Campo Grande
Interior
Dourados: DOF apreende 400 quilos de jaqueta e cigarros
Brasil
USA abre as portas do mercado para carne "in natura
Capital
Campo Grande: Mais árvore caída em via pública
Capital
Campo Grande: Tribunal de Organização Criminosa mata "metralha"
Economia
Bancos passam a cobrar dólar do dia da compra com cartão
Carnaval
Campo Grande: roubo, brigas e ferido no Carnaval de rua
Ceará
Moro sobrevoa Fortaleza e diz "tem que colocar a cabeça no lugar
Saúde
Brasil amplia número de países com Coronavirus