Menu
Busca Ter, 07 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Inacreditavel

Homem dorme em Uber e acorda com corrida de mais de R$ 7 mil

Chris Reed solicitou um Uber para realizar um percurso de pouco menos de uma hora

12 outubro 2019 - 10h00Por Olhar Digital

Um homem da Inglaterra solicitou uma corrida de Uber para fazer um percurso de Fulham para Croydon, em Londres. Entretanto, Chris Reed acabou dormindo durante a viagem e, quando acordou, a corrida estava com o valor de 1,4 mil libras esterlinas (aproximadamente R$ 7,2 mil).

O homem decidiu contatar o serviço de atendimento ao cliente do aplicativo para ter uma solução e, eventualmente, ser reembolsado pela corrida. No Twitter, Reed escreveu: "Passei esta semana tentando obter respostas da Uber sobre como meu motorista conseguiu cruzar metade do Reino Unido enquanto eu cochilava pensando que estava indo de Fulham para Croydon".


 

Nos comentários de sua postagem, Reed registra suas tentativas de contato com a empresa. Até o momento, ele não foi contatado para nenhum esclarecimento. De acordo com ele, diversos convites para contar sua história na TV foram feitos, mas ele gostaria de resolver o problema com a empresa primeiro.

Via: Uol/Olhar Digital

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha
Polícia
Operação da PF investiga sobrepreço no Hospital de Campanha, inclusive a locação de tendas
Campo Grande
Lixo, mato e esconderijo de viciados na capital
Saúde
Brasil registra mais 620 mortes por Covid-19 e chega a 65.487 óbitos
Rio de Janeiro
Comissão do impeachment de Witzel aprova retomada do prazo de defesa
Saúde
Os municípios do Mato Grosso do Sul receberam 197 milhões para gastar com o novo Coronavirus
Coxim
Mataram Zé Carlos gari que se destacava em denunciar injustiças contra o povo de Coxim, através das redes sociais.
Mundo
Austrália fecha fronteira estadual pela 1ª vez em 100 anos