Menu
Busca Seg, 27 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Pecuária

Importação chinesa de carne subiu 74% em junho, para 900 mil toneladas

27 julho 2020 - 13h07Por Plantão de notícias N. Vitória

As importações chinesas de carnes e miúdos totalizaram 900 mil toneladas em junho deste ano, volume 74,4% maior do que o adquirido em igual mês do ano anterior, informou o Departamento de Alfândegas da China (GAAC, na sigla em inglês).

A despesa com a importação do produto também aumentou 74%, atingindo US$ 2,68 bilhões no mês. Em relação a maio, as compras do produto avançaram 9,75% em volume.

 

No primeiro semestre deste ano, o país asiático importou 4,75 milhões de toneladas de carnes e miúdos. As importações de carne suína somaram 400 mil toneladas em junho, volume 128,4% superior ao comprado em igual mês do ano passado. Em valor, o aumento foi de 191,1%, para US$ 1,068 bilhão. No acumulado do ano, o país asiático comprou 2,12 milhões de toneladas de carne suína.

De carne bovina, o país asiático importou 180 mil toneladas em junho, alta de 32,1% na comparação anual. O valor desembolsado com o produto foi 30,3% maior, de US$ 830,21 milhões. De janeiro a junho deste ano, a China comprou 1 milhão de toneladas de carne bovina do exterior.

O aumento das importações chinesas de carnes ocorre em meio à crise que o país enfrenta na procura de alternativas para o suprimento de proteína animal, como consequência da peste suína africana (ASF, na sigla em inglês) que dizimou o seu rebanho nos últimos dois anos.

 

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima que as importações de carne suína pela China devem aumentar 57% neste ano para o recorde de 3,9 milhões de toneladas. De carne bovina, o USDA projeta que o país asiático importe 2,5 milhões de toneladas até o fim deste ano – 15% a mais que no ano passado.

 

Por Canal Rural

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Festa do Corinthians no pódio após a conquista do Brasileiro Feminino
Covid 19
Brasil soma 243 mortes por Covid e 8.668 novos casos em 24 horas
Total de infectados desde o início da pandemia é de 21,3 milhões, enquanto óbitos chegam a 594.443
Economia
Microempreendedores têm menos de uma semana para regularizar dívidas
Brasíl e Mundo
Austrália: pacto de Aukus não levará à proliferação nuclear
Tempo
Última semana de setembro terá pancadas de chuva com destaque para calor e tempo seco
Campo Grande
Croquete de mandioca com carne: petisco saboroso e prático
Politicos
Vai vendo Brasil!
Religiosos
Padre é preso por desviar dinheiro da igreja para orgias gays e drogas
Brasil e Mundo
Covid-19: Brasil registra 19,4 mil casos e 699 mortes em 24h
Justiça
STF decide se os estados devem pagar hospitais pela tabela SUS