Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Mundo

Itália determina lockdown no Natal e Ano Novo para evitar aumento da Covid

19 dezembro 2020 - 07h00Por Reuters

ROMA (Reuters) - A Itália será colocada sob lockdown nacional durante grande parte do feriado de Natal e Ano Novo, disse o primeiro-ministro Giuseppe Conte nesta sexta-feira, em uma tentativa do governo de evitar um novo aumento de casos de coronavírus. 

O anúncio encerrou dias de indecisão e disputas dentro da coalizão, que estava dividida entre aqueles que queriam o confinamento total e aqueles que pressionavam por ações mais limitadas para ajudar empresas em dificuldades e permitir algumas reuniões familiares.

Sob as novas regras, lojas não essenciais serão fechadas entre 24 e 27 de dezembro, 31 de dezembro e 3 de janeiro, além de 5 e 6 de janeiro. Nesses dias, os italianos só poderão viajar por motivos de trabalho, saúde ou emergência.

As lojas poderão abrir entre 28 e 30 de dezembro e em 4 de janeiro e as pessoas terão liberdade para deixar suas casas nesse período. No entanto, durante a temporada de festas, todos os bares e restaurantes terão que permanecer fechados.

A Itália registrou na sexta-feira 674 mortes pela Covid-19 e mais 17.992 infecções nas últimas 24 horas, totalizando, desde o início da pandemia, 67.220 mortes e 1.921.778 casos, segundo o Ministério da Saúde italiano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Eleição 2022
Senado aprovou novo Código Eleitoral e vai à sanção presidencial.
Economia
Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano
CPI da Covid
CPI: diretor da Prevent Senior é acusado de mentir e passa à condição de investigado
Brasíl
Sem coligações, CCJ do Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Polícia Federal
A Operação Apate cumpre mandados em São José dos Campos
Brasilia
CPI da Covid-19; início da sessão com "rasgação de seda" entre senadores da oposição tentando reverter a impressão negativa da briga causada por senadora e ministro
Brasília
Briga na CPI: presidente da CPi fala que Bolsonaro causa vergonha, senador Marcos Rogério rebate dizendo que a CPI da Covid que faz vergonha a muito tempo.
Tempo e temperatura
Primavera começa com tempo claro e ensolarado em Mato Grosso do Sul
Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid