Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasil e Mundo

Itália inicia reabertura de parte dos negócios nesta semana

26 abril 2020 - 15h11Por Reuters/Stephen Jeukers

MILÃO (Reuters) - A Itália, primeiro país europeu a ser duramente atingido pelo coronavírus, permitirá que alguns negócios reabram ainda nesta semana, e cogita a reabertura dos setores de fabricação e construção a partir de 4 de maio, disse o primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Conte forneceu o esboço mais detalhado até agora dos planos para reabrir a economia em entrevista publicada no domingo, antes de anúncio sobre o roteiro do governo para sair do isolamento que será divulgado no início desta semana, segundo ele.

A Itália, atingida com força pelo vírus semanas antes de outros importantes países ocidentais, foi usada como modelo para combatê-lo. O país está sendo observado de perto em todo o mundo enquanto toma as primeiras medidas para traçar um caminho para sair de um isolamento rigoroso que impôs no início de março.

Conte descreveu um processo em fases que permitirá retomar grande parte da produção no início de maio, embora empresas frequentadas pelo público em geral, como bares e restaurantes, precisem esperar um pouco mais. As escolas permanecerão fechadas até setembro.

“Estamos trabalhando nessas horas para permitir a reabertura de boa parte dos negócios, da manufatura à construção, em 4 de maio”, disse Conte ao jornal italiano La Repubblica.

 

Alguns setores considerados “estratégicos”, incluindo atividades majoritariamente orientadas para a exportação, poderão reabrir esta semana, desde que recebam liberação de prefeitos.

As empresas exportadoras precisam retomar a atividade mais cedo para reduzir o risco de serem cortadas da cadeia de produção e perder negócios, de acordo com o premiê.

 

“Não podemos prolongar mais esse isolamento ... correríamos o risco de minar seriamente a estrutura socioeconômica do país”, disse Conte.

Conte reiterou que qualquer reinício terá que ser gradual, e as empresas terão que introduzir rigorosas medidas de segurança sanitária antes de abrir suas portas.

O isolamento colocou uma pressão sobre a terceira maior economia da zona do euro e os líderes empresariais italianos pediram que as restrições fossem atenuadas para evitar uma catástrofe econômica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid
Justiça
Cármen Lúcia determina que CPI da Covid mantenha sigilo sobre dados de Ricardo Barros
Apenas o presidente da comissão, senador Omar Aziz, pode ter acesso aos dados do líder do governo na Câmara. Outros senadores membros da comissão terão acesso via requerimento
Policia Federal
Inquérito apura fraude na venda de medicamentos para o Ministério da Saúde entre 2016 e 2018; agentes também cumprem mandados na Precisa e na Global
PF investiga gestão Ricardo Barros e faz buscas em endereços de Max e secretário ligado a Ciro Nogueira
Paraná
PF desarticula quadrilha especializada em defensivos agrícolas ilegais
ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara