Menu
Busca Sex, 26 de abril de 2019
(67) 9.9928-2002
PT

Lula ficará junto com a militância em São Bernardo do Campo, diz Gleisi Hoffmann

06 abril 2018 - 17h25
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, disse a pouco que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "permanecerá junto com a militância" na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP) e que "exerceu a opção" de não se apresentar à Polícia Federal em Curitiba.

"Eu queria deixar claro que não há por parte do presidente Lula nenhum descumprimento da sentença do mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro. Ele tinha a opção dada pelo juiz de ir até Curitiba. Não exerceu essa opção", disse Gleisi. Na ordem de prisão, Moro informou que o ex-presidente poderia se apresentar voluntariamente até as 17h de hoje (6) à Polícia Federal em Curitiba.

Segundo ela, Lula continuará no sindicato junto com aliados e os militantes, que estão do lado de fora em apoio. "Ele está aqui no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, em um lugar público. Muitas pessoas sabem onde ele está. Aliás, o mundo sabe onde ele está. Vocês estão acompanhando. Aqui ele permanecerá junto com a militância", acrescentou.

Banner da campanha da dengue

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSTENTABILIDADE
CONHEÇA A CIDADE INDIANA QUE FUNCIONA 100% COM ENERGIA SOLAR
POLICIA
Criança confirma que teve de beber Catuaba e foi violentada por padrasto
POLÍTICA
Justiça nega pedido de Flávio para parar investigação sobre Queiroz
FAMOSOS
Após Xuxa falar de Sasha e uso de maconha, Record entra em total estado de “desespero”
ECONOMIA
Gasolina volta a subir na segunda-feira
E o Bernal? E essa estranha política do Velho Centro-Oeste? Parte 1
ESTIOLANATO
Advogado perde quase R$ 28 mil após entregar cartão cortado
INTERIOR
Motorista sai do PR com promessa de frete em MS, acaba vítima de bandidos e tem caminhão roubado
FRONTEIRA
Paraguai expulsa 12 estudantes brasileiros de medicina
BRASIL E MUNDO
Suspeito de ataque no Sri Lanka teria sido expulso de grupo extremista