Menu
Busca Qui, 02 de abril de 2020
(67) 9.9928-2002
RIO DE JANEIRO

'Mãos sujas de sangue', diz viúva de Marielle sobre Pezão

29 março 2018 - 14h52Por Redação Notícias VIP
Haverá sangue nas mãos do governador até que a Policia Civil resolva a morte da vereadora?, afirmou a viúva da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), Monica Tereza Benício, durante discurso na cerimônia de reabertura da Biblioteca Parque de Manguinhos.

A unidade estava fechada desde dezembro de 2016 e foi reinaugurada nesta quinta-feira (29) com o nome da da vereadora assassinada há 15 dias. O governador Luiz Fernando Pezão esteve presente na reinauguração e, quando o governador pegou o microfone para discursar foi recebido com vaias.

A biblioteca passou por reparos na rede elétrica, no cabeamento para uso dos computadores, recolocação de forro no teto, higienização do acervo, reconstrução de um muro e conserto dos aparelhos de ar condicionado.

"O estado não faz mais do que sua obrigação reabrir (a Biblioteca Parque) porque é dever dele dar cultura para os povos favelados", afirmou Monica.

A mãe de Marielle, Marinete Franco, o vereador Tarcísio Motta (PSOL) e o secretário estadual de Cultura, Leandro Monteiro, também discursaram na cerimônica
CORONA 2

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Governo zera IOF sobre crédito, adia entrega de declaração de IRPF e anuncia novo diferimento de tributos
Política
Bolsonaro pretende reunir-se com governadores para buscar reativar a economia.
Brasília
Ministra nega desabastecimento no Brasil
Coronavirus
Médicos avisam Mandetta de convite para reunião na Presidência, e ministro se surpreende: 'Não fui chamado'
Câmara dos Deputados Federais
Faleceu o Deputado Federal Luis Flávio Gomes (PSB)
Eleições 2020
Prazo para filiação de partidos para eleições 2020 será mantido em 4 de abril
OMS
OMS: chegaremos a 1 milhão de casos e 50 mil mortes nos próximos dias
Pecuária
Aprovada autorização para prorrogação de contrato com veterinários pelo MAPA
Saúde
Morre a vítima mais jovem do Coronavirus
Saúde
Índios infectados pelo Coronavirus na Colômbia