Menu
Busca Sex, 18 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
Violência

Menina de 9 anos reage a estupro e é baleada por garoto de 10

22 abril 2018 - 11h59Por Redação Notícias VIP
Uma menina de nove anos foi baleada nas nádegas na noite da última sexta-feira (20), no bairro Tancredo Neves, na periferia de Teixeira de Freitas, no Extremo Sul da Bahia. O autor dos disparados é um menino de 10 anos que tentou abusar sexualmente dela.

De acordo com o Metrópoles, a garota passou por cirurgia no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. A unidade afirmou que ela está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o estado de saúde é grave.

A menina corre o risco de ficar paraplégica. O garoto foi liberado depois de ouvido e está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar.

A publicação destaca que as crianças são vizinhas e a menina estava na casa do menino de 10 anos. A arma utilizada no crime é do irmão do garoto, que tem 17 anos e, segundo a polícia, é envolvido com o tráfico de drogas.

A Polícia Civil investiga o caso e informou que ele é órfão de mãe e vive com o pai e outros irmãos.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Do outro lado do balcão De ex-juiz Federal a ex-ministro da Justiça, agora Sergio Moro é o mais "jovem" advogado do Brasil.
Saúde
Uma de 7 infecções de Covid-19 relatadas ocorre em profissionais de saúde, diz OMS
Brasíl
Marco Aurélio suspende inquérito que apura suposta interferência na PF
Brasíl
829 mortos por Covid 19 e 36.330 novos casos de contaminados
STF
COVID NOS PRESÍDIOS Fux renova Recomendação 62 por 6 meses e restringe alcance
Brasil
Os seis fatores que tornam incêndios no Pantanal difíceis de serem controlados
Religião e Judiciário na Política
Empresário preso afirma ter feito pagamentos a Witzel quando governador afastado ainda era juiz federal
Brasil
Flordelis, pastora e deputada federal pelo PSD soltou até bomba, diz testemunha.
Pastor Anderson vítima da "família do mal"
Brasil
Governo vai manter o Bolsa Família, diz Bolsonaro
Saúde
MS ultrapassa 60 mil casos confirmados e tem 1.106 mortes pelo novo coronavírus