Menu
Busca Qui, 18 de julho de 2019
(67) 9.9928-2002
"Nepotismo" internacional ou Meritocracia?

Nelsinho Trad é a favor de Bolsonaro ter filho nomeado embaixador nos EUA

13 julho 2019 - 14h14Por Plantão de notícias

Segundo site G1. Nelsinho Trad declarou à imprensa que vai fazer de tudo para que em 60 dias o filho do presidente como embaixador do Brasil no país de Donald Trump.

Aliás para o Senador Nelson Trad Filho (PTB,/MS), essa questão de parentes em cargos e funções públicas é tradicional.

Da família Trad, ocupando cargos públicos tem desde irmãos, primos, cunhados, sobrinhos, afilhados entre outros.

 

Presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) afirmou nesta sexta-feira (12) que não vê "nenhuma aberração" na eventual indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) – um dos cinco filhos do presidente Jair Bolsonaro – para assumir o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Se Eduardo Bolsonaro realmente for indicado para o posto máximo da chancelaria brasileira em Washington, caberá à Comissão de Relações Exteriores do Senado sabatinar o filho do presidente da República.

Bolsonaro diz que pretende indicar o filho Eduardo para embaixada dos EUA

Nesta quinta (11), Bolsonaro admitiu a intenção de nomear o filho para o comando da embaixada do Brasil em Washington. Ele disse que a indicação só depende do próprio Eduardo porque, da parte dele, "decidiria agora".

"Ele [Eduardo] tem as virtudes dele, que o fizeram e o credenciaram para poder ser cogitado a ocupar esse posto. Não vejo nenhuma aberração nesta história", afirmou Nelsinho Trad na tarde desta sexta-feira após deixar audiência, no Palácio do Itamaraty, com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

 

"Eu entendo que é um ato discricionário dele [presidente Jair Bolsonaro]. Afinal, quem passou pela campanha foi ele, quem levou a facada foi ele, quem ganhou a eleição foi ele. Ele tem todo o direito de escolher quem ele entender que é melhor", complementou o presidente da Comissão de Relações Exteriores.

 

Contra o Nepotismo dos Bolsonaro.

Já o vice-presidente da comissão, senador Marcos do Val (Cidadania-ES), é contra a eventual nomeação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada nos Estados Unidos por considerar que o posto precisa ser ocupado por alguém experiente, na medida em que se trata de uma chancelaria "muito estratégica".

 

"Para assumir essa embaixada você precisa ter, no mínimo, 30 anos de carreira, ter passado por outros países. Não vou apoiar essa decisão do governo", advertiu Marcos do Val.
G1
Liberdade de expressão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Ladrões se dão mal ao cair da moto
Mega-Sena
Resultado do sorteio do concurso n. 2170
JUSTIÇA
Registro de crimes cai no primeiro trimestre do ano
JUSTIÇA
Em MS, homem é preso em casa com arma, munições e R$ 21 mil
MILICIA
PF investiga suposta 'milícia' que com ameaças, extorsões e violência estaria tentando controlar aldeia urbana em Campo Grande
JUSTIÇA
Professor pesquisado por acusado de matar Marielle renuncia à direção após ameaças
Exemplo
PREFEITO MEXICANO SE DISFARÇA DE DEFICIENTE PARA TESTAR FUNCIONÁRIOS E FOI ISSO QUE ELE DESCOBRIU
Pai ridiculariza filha publicamente por ela não apoiar o atual governo
INVESTIGAÇÃO
Arma achada na casa de Flordelis foi usada para matar pastor
INTERIOR
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência em MS