Menu
Busca Qui, 18 de julho de 2019
(67) 9.9928-2002
Morte de jornalista

Paulo Henrique Amorim morreu nesta manhã

10 julho 2019 - 08h25Por Plantão de notícias

Morreu, na manhã desta quarta-feira (10/7), o jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos. De acordo com a Record TV, a mulher do apresentador, Geórgia Pinheiro, informou que ele sofreu um ataque cardíaco em casa. Além dela, ele deixa uma filha.

Formado em Sociologia e Política, Amorim iniciou sua trajetória no jornalismo em 1961, no jornal “A Noite”. Trabalhou como correspondente internacional em Nova York, para as revistas “Realidade” e “Veja”, e também para a extinta TV Manchete, e para a TV Globo. Em 1996, deixou a emissora carioca para apresentar o “Jornal da Band” e o programa de discussão política “Fogo Cruzado”, na TV Bandeirantes.

Após uma passagem pela TV Cultura, foi contratado em 2003 pela RecordTV, na qual estava no ar até o mês passado, quando foi afastado – supostamente por pressões políticas – do “Domingo Espetacular”. Paulo ainda era proprietário do blog “Conversa Afiada”, através do qual comentava as principais notícias do cenário brasileiro, de forma contundente.

 

Como jornalista, Amorim cobriu eventos importantes e de repercussão internacional como a eclosão do vírus ebola na África, a eleição e posse de Bill Clinton nos Estados Unidos, o terremoto de 1994 em Los Angeles, a guerra civil de Ruanda e a rebelião zapatista no México.

Em seu primeiro emprego na área, no jornal “A Noite”, do Rio de Janeiro, cobriu a renúncia do presidente Jânio Quadros e a posse de João Goulart, que seria derrubado em 1964 pela ditadura.

Amorim deixa uma filha e a mulher, Geórgia Pinheiro.

Liberdade de expressão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Ladrões se dão mal ao cair da moto
Mega-Sena
Resultado do sorteio do concurso n. 2170
JUSTIÇA
Registro de crimes cai no primeiro trimestre do ano
JUSTIÇA
Em MS, homem é preso em casa com arma, munições e R$ 21 mil
MILICIA
PF investiga suposta 'milícia' que com ameaças, extorsões e violência estaria tentando controlar aldeia urbana em Campo Grande
JUSTIÇA
Professor pesquisado por acusado de matar Marielle renuncia à direção após ameaças
Exemplo
PREFEITO MEXICANO SE DISFARÇA DE DEFICIENTE PARA TESTAR FUNCIONÁRIOS E FOI ISSO QUE ELE DESCOBRIU
Pai ridiculariza filha publicamente por ela não apoiar o atual governo
INVESTIGAÇÃO
Arma achada na casa de Flordelis foi usada para matar pastor
INTERIOR
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência em MS