Menu
Busca Dom, 08 de dezembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Teve o rosto arrancado

Peguei o rosto dela na mão, botei na sacola e corri, diz namorado que socorreu jovem após acidente com kart

Débora Stefanny Dantas de Oliveira teve o couro cabeludo e parte da pele arrancados. Jovem está internada no Hospital da Restauração, no Recife.

14 agosto 2019 - 09h30

O namorado da jovem de 19 anos, que teve o couro cabeludo arrancado em um kart, falou sobre o acidente e recordou o resgate, ocorrido no domingo (11). "Eu peguei o rosto da minha namorada na minha mão, botei em uma sacola [...] e corri", disse o microempresário Eduardo Tumajan, nesta terça-feira (13). (Veja vídeo acima)

Débora Stefanny Dantas de Oliveira estava com o namorado na pista de kart no estacionamento do Walmart, localizado na esquina da Avenida Fernando Simões Barbosa com a Rua Padre Carapuceiro, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Desde o acidente, ela está internada no Hospital da Restauração, no bairro do Derby.

Débora tinha o cabelo longo, até quase a altura da cintura, e o prendeu para poder correr, relatou o namorado. No momento do acidente, ela usava a touca no mesmo estilo da usada por pilotos, segundo ele.

“Foi um negócio muito rápido. A gente estava no kart, eu dei a primeira volta. Vi que o carro dela parou, quando eu ia ultrapassar, achei que ela tinha batido. Quando eu parei, ela tava com daqui [da testa] para cima todo cortado, só estava o osso”, disse.

 
Débora Dantas, de 19 anos, sofreu escalpelamento após acidente com kart no Recife — Foto: Acervo pessoal

Débora Dantas, de 19 anos, sofreu escalpelamento após acidente com kart no Recife — Foto: Acervo pessoal

Ao perceber o que aconteceu, Eduardo contou que saltou do kart e retirou a namorada do veículo. "A gente esperou por ajuda, mas não veio ajuda. O máximo que fizeram foi Ligar para o SAMU [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] e seguranças assim ficaram de longe olhando", afirmou o namorado.

O cabelo e a parte do rosto arrancados no acidente foram colocados na sacola e, com auxílio de um senhor que estava também no local, o microempresário socorreu a namorada para o Hospital da Restauração.

O cirurgião Jonathan Vidal, em coletiva de imprensa nesta terça, explicou que, como o material foi levado para o hospital, médicos dos setores de neurocirurgia e de cirurgia plástica do HR conseguiram recuperar e reimplantar 80% da área atingida em uma cirurgia que durou cinco horas.

 
A Polícia Civil está investigando o caso e, nesta terça, uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) esteve na pista de kart para realizar perícia. O advogado da empresa acompanhou, a distância, o trabalho dos peritos.
 

“Todos os procedimentos de segurança foram tomados. O cabelo da senhora Débora foi preso usando uma balaclava e um capacete. O kartódromo está tomando as providências para que, após a cirurgia no Hospital da Restauração, que é referência para esse tipo de situação, ela seja removida para um hospital particular para ter um acompanhamento médico mais adequado, que requer mais cuidados e eventuais situações médicas serão obviamente cuidadas pelo kartódromo", afirmou o advogado da empresa Adrenalina Kart Racing, Carlos Arthur Ferrão Júnior.

Desde a segunda-feira (12), a pista de kart foi interditada pelo Procon de Pernambuco, que fez uma fiscalização no local.

 
Eduardo Tumajan, noivo da jovem que teve o couro cabeludo arrancado em acidente com kart no Recife, durante entrevista nesta terça-feira (13) — Foto: Reprodução/TV Globo

Eduardo Tumajan, noivo da jovem que teve o couro cabeludo arrancado em acidente com kart no Recife, durante entrevista nesta terça-feira (13) — Foto: Reprodução/TV Globo

 
 
LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Fake foi estratégia da eleição de Moro
Animais
Cachorro perdido a um ano regonhe seu dono
ENERGISA
Energisa é campeã em desrespeito ao consumidor
Caso Daniel
A Justiça é uma coisa, não confunda, pois Judiciário é outra coisa
Fronteira violenta
A cabeça foi cortada ao meio e estava com as outras partes do corpo no tambor.
Campo Grande
Para vender áreas públicas Trad vai acertar projeto de lei com vereadores
Campo Grande
Trad e seus vereadores vão gastar em propaganda e festas, entre outros fins, remanejam 240 milhões
Campo Grande
Trad e suas taxas para o povo pagar
Fronteira
"Quero a cabeça de meu filho" disse a mãe desconsolada
Inflação
A carne foi o item que mais subiu o preço