Menu
Busca Sex, 10 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
China

Pequim amplia checagem para coronavírus e faz testes em entregadores

21 junho 2020 - 07h00Por Redação

PEQUIM (Reuters) - Autoridades em Pequim estão realizando testes para detectar vestígios de coronavírus em todos os trabalhadores de entrega de alimentos e encomendas, em um esforço para conter um novo surto, informou a mídia estatal no sábado.

Autoridades da capital chinesa vêm expandindo os testes de ácido nucleico na cidade de 20 milhões de habitantes desde o surgimento de um conjunto de infecções ligadas a um mercado atacadista de alimentos há pouco mais de uma semana.

O surto, o primeiro em Pequim em meses, já superou os números de pico anteriores na cidade no início de fevereiro.

Um teste de ácido nucleico envolve uma amostra retirada com cotonete da parte posterior da garganta ou do trato respiratório de uma pessoa, e a amostra é então testada quanto à presença do genoma do coronavírus.

Os testes foram inicialmente focados em áreas residenciais próximas ao amplo mercado de Xinfadi e em pessoas que trabalhavam ou faziam compras lá.

Trabalhadores da SF Express, a segunda maior empresa de entrega da China, chegaram em grupos aos pontos de teste em Pequim na noite de sexta-feira, informou o Beijing News.

A empresa de entrega de alimentos Meituan Dianping confirmou que todos os seus funcionários na cidade serão testados e aqueles que realizam entregas em áreas de alto risco seriam colocados temporariamente de folga, passariam por testes de ácido nucleico e ficariam em quarentena em casa por 14 dias.

As autoridades destacaram o risco de contaminação através de embalagens em Pequim, que registrou 22 novos casos na sexta-feira. A capital já registrou mais de 200 infecções transmitidas localmente desde 11 de junho.

Autoridades estão testando pessoas que trabalham em serviços de bufê, incluindo funcionários de restaurantes, depois que o vírus foi encontrado em tábuas de corte em Xinfadi, usadas para salmão.

 

RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha