Menu
Busca Seg, 25 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
Brasília

Pico de Coronavirus será em duas semanas, diz diretor de hospital

19 março 2020 - 12h00Por Plantão de Notícias

BRASIL

Pico de coronavírus será em 2 semanas, diz presidente de hospital

Segundo Sidney Klajner, para cada um caso confirmado de Covid-19, haverá 15 sem diagnóstico.

 

Foto: Carl DE SOUZA / AFP

O pico dos casos na epidemia de coronavírus no Brasil deve ocorrer no início de abril. A previsão foi feita na noite dessa quarta-feira (18/03) pelo presidente do Hospital Albert Einstein, o médico-cirurgião Sidney Klajner, em entrevista por telefone ao Estado.

Ele afirmou que neste momento “é muito importante que as pessoas se conscientizem da importância de permanecer em casa” para tentar impedir o avanço do vírus. Ainda segundo estima ele, para cada caso notificado da doença hoje, existem outros 15 infectados sem diagnóstico.

“É importante se conscientizar de que a única forma de a gente mitigar o impacto dessa epidemia é não disseminar o vírus, permanecer em casa, porque o quadro é grave”, afirmou Klajner. Ele avalia que o Einstein está preparado para enfrentar a crise da doença.

O hospital, segundo ele, conta com 600 leitos que podem ser usados no atendimento, sendo 100 deles de UTI. Segundo ele, o hospital saltou de 12 casos de suspeitas, há dois dias, com quatro confirmações da covid-19, para 45 internações, 21 confirmados, hoje, com sete pacientes na UTI.

“Chegamos a ter, nos últimos dias, 2 mil testagens”, disse. “Mas restringimos a testagem aos pacientes com indicação médica”, explicou. O atraso na confirmação do diagnóstico, lembrou, ocorre pelo volume de pessoas na fila. “O atraso para o resultado é causado pela fila de exames”, explicou Klajner.

De acordo com o médico, ele próprio atendeu, nessa quarta-feira (18/03), pelo menos cinco pacientes com as queixas. “Estou atendendo meus pacientes por teleconferência”, explicou o presidente do Einstein. Ele disse ainda que o hospital está preparado para enfrentar a epidemia, mas adiantou que somente os pacientes com indicação médica ou em estado grave devem ser hospitalizados.

violência contra a mulher

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Casa de Evento na MS-080 reuniu cerca de 15 mil pessoas no sábado no Show de dupla sertaneja
Fronteira
"Gringo Gonzales", considerado um dos mais temidos do mundo do crime, foi preso em PJC.
Fronteira
Pistoleiro que executou policial paraguaio foi preso e transferido para Assunção.
Campo Grande
Festa com aglomeracão é flagrada e organizadores vão parar na polícia.
Oxigênio
Caminhões com carga de oxigênio chegam a Manaus
Covid 19 em MS
Número de casos de Covid-19 continua alto na maioria das cidades do Estado
Vacina
Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca
Acidente
Avião cai em TO com jogadores e presidente do Palmas Futebol
Campo Grande
Incompetência do prefeito Marcos Trad faz usuário do transporte coletivo sofrer
Esporte
Brasileirão: de olho no título, Flamengo encara Athletico em Curitiba