Menu
Busca Qua, 22 de setembro de 2021
(67) 9.9928-2002
Coronavirus

Prefeitura do Rio faz lockdown parcial no bairro de Campo Grande

Bairro registra maior número de registros de aglomerações na pandemia

06 maio 2020 - 16h30Por EBC Agência Brasil

Coronavirus

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou hoje (6) que, a partir desta quinta-feira, (7), iniciará um lockdown parcial em Campo Grande, bairro onde há os maiores registros de aglomeração, principalmente no calçadão onde há um comércio muito forte no município.

Lockdown é o bloqueio de todas as atividades que não são consideradas essenciais. No caso da ação em Campo Grande, a medida será apenas no calçadão do bairro.

Crivella vinha insistindo nos apelos à conscientização das pessoas, mas como não surtiu o efeito desejado, determinou à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) gradear os cinco acessos do calçadão de Campo Grande, onde fica o centro comercial local.

A Guarda Municipal colocará efetivos para ocupar esse espaço durante 24 horas. A medida vai vigorar por sete dias seguidos, prazo este que pode se estender, caso haja necessidade. O lockdown parcial significa que as pessoas não poderão circular dentro desse corredor.

O prefeito disse que a medida entrará em vigor a partir das 5 horas da madrugada de amanhã. “Isso depois de recebermos diversas ligações no Disk Denúncia Aglomeração e tentarmos de todas as formas evitarmos as aglomerações.  Então, a partir de amanhã e por sete dias o calçadão de Campo Grande ficará interditado. E eu peço a colaboração de todas as pessoas”, reforçou Crivella.

Acesso

Somente funcionários de atividades essenciais como farmácias, agências bancárias e supermercados terão a entrada autorizada, mediante apresentação de documento.

Panorama

O Painel Rio-Covid-19, da prefeitura do Rio, indica que Campo Grande lidera com o maior número de mortos pela doença na cidade e que os casos vem crescendo diariamente. No total, o bairro registra 40 óbitos, Bangu e Copacabana, (39), Tijuca (34), Santa Cruz, Realengo  e Barra da Tijuca (27). Dos sete bairros com maior número de mortos pela covid-19, cinco ficam na zona oeste.   

De acordo com o Painel Rio Covid-19, o município do Rio de Janeiro tem até hoje (6) 8.577 casos confirmados de covid-19, com 764 óbitos. Do total de contaminados pelo novo coronavírus, 5.729 estão recuperados na cidade. O Estado do Rio tem 13.295 casos confirmados da doença com 1.205 óbitos. O boletim desta quarta-feira foi o que teve o maior registro de mortes em 24 horas pela doença, com 82 óbitos.

Edição: Aline Leal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasília
CPI termina com sessão em briga, agressão verbal entre senadores e Ministro da CGU.
CPI no Senado Federal
A diferença de pensamento entre os Ministros do STF, Carmen, Nunes Marques e Rosa Weber.
Ministros divergem sobre obrigação de convocados à CPI da Covid
Justiça
Cármen Lúcia determina que CPI da Covid mantenha sigilo sobre dados de Ricardo Barros
Apenas o presidente da comissão, senador Omar Aziz, pode ter acesso aos dados do líder do governo na Câmara. Outros senadores membros da comissão terão acesso via requerimento
Policia Federal
Inquérito apura fraude na venda de medicamentos para o Ministério da Saúde entre 2016 e 2018; agentes também cumprem mandados na Precisa e na Global
PF investiga gestão Ricardo Barros e faz buscas em endereços de Max e secretário ligado a Ciro Nogueira
Paraná
PF desarticula quadrilha especializada em defensivos agrícolas ilegais
ONU
Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas
Abertura do evento é feita tradicionalmente pelo presidente do Brasil
Brasília
Senador quer convocar filho de Bolsonaro após provocação à CPI
Mato Grosso do Sul
Inverno se despede com temperaturas acima dos 40°C e umidade do ar em níveis críticos
Política
Transferência de pagamento de perícias médicas aos segurados do INSS é criticada em debare do Senado Federal.
Política
Deputados cassados por corrupção recebem aposentadoria de até R$ 23,3 mil pela Câmara