Menu
Busca Sex, 10 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
U.S.A.

Trump enviou recado que está aberto ao diálogo, sem pré-condicões

Líderes de França, Reino Unido e Alemanha também reafirmaram neste domingo disposição para negociações, com objetivo de preservar a estabilidade da região

13 janeiro 2020 - 06h30Por Plantão de notícias

WASHINGTON — O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu novamente neste domingo para o Irã minimizar ações violentas contra manifestantes que protestam contra a derrubada de um avião civil na República Islâmica, ao mesmo tempo em que seu secretário de Defesa deixou a porta aberta para conversas com o Irã, sem pré-condições.

 

 alerta de Trump acontece em um momento em que o regime iraniano enfrenta forte pressão de manifestantes, em meio à crescente tensão entre Washington e Teerã. Também neste domingo, líderes de França, Reino Unido e Alemanha pediram que o Irã retorne "ao pleno respeito" de suas obrigações com o acordo sobre seu programa nuclear,  o qual Trump retirou os EUA unilateralmente em 2018. Na semana passada, o Irã anunciou que se desvincularia de qualquer compromisso para limitar o número de suas centrífugas.

 

"Aos líderes do Irã: NÃO MATEM SEUS MANIFESTANTES", escreveu o presidente em sua conta no Twitter, alertando ao mundo que "os Estados Unidos estão observando".

 sábado, a polícia iraniana dispersou manifestações estudantis na capital em homenagem às 176 mortas na quarta-feira, quando o Exército derrubou "por erro humano " um avião comercial de uma companhia aérea ucraniana. Manifestantes também se reuniram neste domingo , apesar de operações policiais para reprimir novos protestos.

 

o Globo/AEF

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus
Saúde
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19
Políciais Federais
Justiça nomeia peritos para conferir serviços de hospitais de campanha