Menu
Busca Dom, 16 de maio de 2021
(67) 9.9928-2002
Em Julho

Trump vai ao Reino Unido para visita de trabalho a primeira-ministra

Por Carol Assis
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai ao Reino Unido em julho para uma "visita de trabalho" a Theresa May, a primeira-ministra britânica.

A informação foi divulgada pela secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, nesta quinta-feira (26), durante um evento mesclando jornalistas e crianças filhas de funcionários do local.

Porta-vozes e Downing Street, a sede do governo britânico, confirmaram a visita.

O republicano viajará em 13 de julho. Não foram informados mais detalhes sobre as conversas, e também não está clara qual será a duração da visita.

May fora a primeira líder estrangeira a ser recebida por Trump na Casa Branca, em janeiro de 2017, dias após a posse do republicano.

O anúncio põe fim a meses de suspense e hesitação sobre quando Trump iria retribuir a visita à liderança do Reino Unido.

Por outro lado, a discrição na divulgação, a natureza da visita e a demora para a viagem mantêm no ar dúvidas sobre a relação entre os dois países, tradicionais aliados geopolíticos e culturais.

A visita anunciada nesta quinta (26) tem valor político e simbolismo menores do que visitas oficiais de Estado.

Segundo as informações divulgadas até aqui pela Casa Branca, Trump não deverá se encontrar com a rainha Elizabeth 2ª nem com outros membros da família real britânica.

No ano passado, Theresa May proclamou a força da "mais especial relação" entre os dois países, e o governo britânico fez convite, em nome de Elizabeth 2ª, para uma visita oficial de Estado.

Mas uma programação completa, com pompa, carruagens douradas e encontros com a realeza, foi descartada a Casa Branca preferiu a discrição para tentar evitar protestos contra Trump em Londres, segundo a agência de notícias Associated Press.

Esse teria sido o motivo pelo qual o republicano cancelou, em janeiro, uma visita à capital britânica para inaugurar uma nova embaixada local dos EUA.

No Reino Unido, a confirmação da visita, mesmo "a trabalho", já fez surgirem manifestações de populares e organizações que planejam protestar nas ruas contra a presença do republicano. Com informações da Folhapress.
vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Alegação de vendas de veículos cresce 16% no Estado, aponta dados do Detran
Política
Produtores rurais de Campo Grande e região participam de manifestação pró-Bolsonaro em Brasília
MS
Rio Verde está na rota de eventos esportivos de aventura da Fundesporte
Falecimento
Eva Wilma morre em São Paulo, aos 87 anos Atriz estava internada desde 15 de abril
Tempo
Domingo de tempo firme e grande amplitude térmica em Mato Grosso do Sul
São Paulo
Bruno Covas perde luta contra o câncer e morre
Tempo e temperatura
MS tem predomínio de tempo seco e calor de 36°C para a região pantaneira
Covid 19
Dezenas de corpos de possíveis vítimas da covid aparecem na Índia
Campo Grande
Moradores de bairros reclamam de sujeira e insegurança em Campos Grande
Saúde
Após ultrapassar mais de seis mil mortes, MS registra 653 novos casos da Covid-19