Menu
Busca Qui, 05 de agosto de 2021
(67) 9.9928-2002
Saúde

A capital da Dengue, já registra números preocupantes de focos do mosquito e de doentes

07 abril 2021 - 15h30Por N.V.

Não é somente o coronavírus que tem deixado a saúde em alerta em Campo Grande. A Capital tem dois bairros com infestação de Aedes Aegypti, mosquito que transmite dengue, chikungunya e zika. Além disso, o LIRAa (Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti) ainda detectou 39 bairros em alerta para o mosquito em Campo Grande. 

As informações foram obtidas entre os dias 1º e 5 de março, através de armadilhas instaladas em 19.894 residências para a coleta de ovos. A Prefeitura explica que desde o ano passado, os levantamentos estão sendo feitos tomando medidas de precaução, visando evitar o contágio pelo novo coronavírus, tanto dos agentes de endemias quanto dos moradores. Em todas as situações as ovitrampas são instaladas na área externa dos imóveis e somente mediante autorização. 

As regiões onde houveram o maior índice de infestação predial (IPP) foram os bairros Vida Nova e Azaléia, onde foram vistoriadas 237 residências e 215 imóveis. No primeiro bairro, o IPP está em 5,1 e no segundo em 4,2; sendo que qualquer valor acima de 3,9 já é considerado risco pelo Ministério da Saúde. 

Outros 39 bairros receberam a classificação de alerta por apresentarem índices superiores a 1. Ou seja, de todos os imóveis vistoriados nestes locais, pelo menos 1% deles apresentava focos do Aedes. Dentre esse grupo, o bairro que teve a maior quantidade de imóveis vistoriados foi o Estrela do Sul, que apresentou infestação em 1,4% dos 488 imóveis visitados. 

Mesmo com mais 30 regiões estando em situação satisfatória, Campo Grande tem uma média de 1,4% dos imóveis inspecionados com focos do mosquito. O dado classifica a cidade em risco para a infestação e, consequentemente, casos de dengue, zika e chikungunya, doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.  

Fonte: Midiamax

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana