Menu
Busca Qui, 20 de junho de 2019
(67) 9.9928-2002
Campo Grande - capital do crime

A segurança pública não funciona na capital

13 junho 2019 - 13h30

Uma família passou por um pesadelo na noite desta quarta-feira (12) no bairro Centenário, em Campo Grande. A família foi assaltada e rendida por três homens em casa, que procuravam por um cofre recheado de dinheiro, que não existia. Os bandidos teriam sido informados por um suposto funcionário do casal de empresários que a família tinha dinheiro em casa.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, o morador, de 36 anos, estava chegando por volta das 19 horas quando ao fechar o portão da garagem, foi surpreendido por um homem que entrou e anunciou assalto. O morador até tentou se defender e agredir o assaltante, mas não consegui impedi-lo de entrar na casa. Ele foi rendido e obrigado e deixar um segundo assaltante entrar na residência.


Logo depois, a esposa do morador, de 27 anos, chegou em casa, quando já foi rendida. Ela conta que o marido estava ferido e que os bandidos procuravam um suposto cofre recheado com R$ 200 mil, que não existia. Os ladrões contaram que souberam de um funcionário do casal de empresários sobre o suposto dinheiro guardado.

Logo depois, a sobrinha do casal chegou em casa acompanhada, quando os dois também foram rendidos e um terceiro ladrão entrou na residência da família. Como os assaltantes não acharam o cofre, começaram a separar objetos da casa para levar, como roupas, tênis, bebidas e eletroeletrônicos.

Como haviam separado diversos objetos para roubar, os ladrões decidiram que usariam os carros da família para transportar e que deixariam as vítimas trancadas no banheiro da casa. A vítima conta que os ladrões queriam levar seu marido para se resguardar, caso a família chamasse a polícia. Entretanto, a esposa se ofereceu a ir no lugar, já que o empresário estava bastante machucado, após ter sido agredido.

Dois ladrões saíram dirigindo um dos carros e a esposa saiu com o outro sob a mira de uma arma. Com a ordem dos bandidos, ela seguiu um outro carro e foi parar em um milharal à beira de uma estrada. A vítima ainda ficou uma hora esperando acompanhada de um dos assaltantes. No retorno para a cidade, o bandido pediu que a vítima parasse em uma rua do bairro Aero Rancho, quando ele desceu e a empresária voltou dirigindo para casa.

A vítima conta que os bandidos usavam rádios de comunicação. Os bandidos ‘devolveram’ o outro carro, uma Land Rover. A ocorrência foi registrada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

 

Midiamax

Liberdade de expressão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nova Alvorada do Sul
Celular pega fogo e quase queima uma casa
Facção Criminosa Comando Vermelho
Luiz Queimado faleceu na Bahia
Dourados
A covardia e as consequências de escolher mal o namorado
Água Clara
Vereadora é cassada por corrupção
Nova Andradina
As pistas do MS são perigosas pala falta de manutenção e de motorista com imprudência
Bolsonaro esculhamba militar
BOLSONARO REAGE A SANTOS CRUZ E DIZ QUE GENERAL É 'PÁGINA VIRADA'
CORREIOS
Discursos, sem menor preocupação, servem para Bolsonaro se livrar de seus assessores
TECNOLOGIA
Google lançará aplicativo para competir com Whatsapp; novo sistema deve incomodar telefônicas
Armas, drogas e celulares
PCC assassinou dez pessoas do Clã Rotela
Campo Grande, cadê o prefeito?
A incompetência de um prefeito causa.tristeza e dor nas pessoas