Menu
Busca Qua, 23 de setembro de 2020
(67) 9.9928-2002
MPMS

Ação obriga prefeito Marquinhos Trad realizar reforma no Complexo Ferroviário

02 maio 2018 - 19h46Por Redação Notícias VIP
A Ação tem o objetivo de obrigar o prefeito Marquinhos Trad a realizar obras de conservação do Complexo Ferroviário, haja vista ter sido constatado, durante a instrução de Inquérito Civil, ocorrência de omissão do mesmo na conservação deste importante bem tombado.

O Inquérito Civil que instruiu a Ação Civil Pública foi instaurado depois de constatado o estado de precariedade em que o complexo da estação se encontrava, agravado, principalmente, depois que um vendaval, ocorrido em novembro de 2015, provocou sérios danos à Estação Ferroviária de Campo Grande, com destelhamento e infiltrações.

A falta de manutenção no local é tão patente que o Armazém Cultural se encontra interditado pelo Corpo de Bombeiros.

Embora todo o complexo tombado mereça atenção, haja vista pertencer a uma classe de bens especialmente protegidos, a rotunda, edifício construído na forma circular, servido por um girador, é a estrutura que mais enseja preocupação, devido ao grave estado de abandono.

A rotunda, que faz parte do Complexo Ferroviário, encontra-se em lamentável e precário estado de conservação, necessitando urgentemente de, no mínimo, obras paliativas para evitar sua ruína.

Considerando a importância e o estado de conservação da estação, foram requeridas a concessão de várias medidas emergências, entre elas: retelhamento, pintura e correção das infiltrações verificadas na Estação Ferroviária; obras consistentes no cercamento, reparação dos telhados e de parte da estrutura da rotunda que cedeu, entre outras.

Com informações da Assecom MPMS
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rio de Janeiro
Vai vendo ...
Mundo
Torre Eiffel é esvaziada em Paris Informação é da equipe de imprensa da torre
Brasil
Elias Maluco é encontrado morto dentro de cela
Campo Grande
Mulher é encontrada morta com ferimentos graves dentro do banheiro no fundo de um salão de cabeleireiros
Fronteira
Foram presos contrabandistas, entre eles um dos policiais da Operação Omertà.
Brasil
Quase uma tonelada de maconha nos fundos de igreja
Saúde
Campo Grande tem 28.593 casos e 463 novos óbitos
Paranaíba
Filho que bate em mãe, se dá muito mal.
Brasíl
Nem Moro, Nem Azevedo, Nem Bolsonaro e nem Marito , eles todos não conseguiram dar garantias de segurança na fronteira" disse jornalista paraguaio.
Brasilia
Ao STF, Aras diz que decisão sobre reeleição de comandos da Câmara e Senado é assunto interno