Menu
Busca Seg, 14 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
Capital

Adolescentes de 15 e 16 anos são flagrados com celulares que seriam arremessados para presídio de MS

Eles disseram que foram contratados por uma mulher e receberiam dinheiro.

10 outubro 2019 - 11h11Por PORTAL G1

adolescentes, de 15 e 16 anos, foram apreendidos na madrugada desta quinta-feira (10) quando tentavam arremessar celulares para o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande.

De acordo com a polícia, os garotos foram contratados por uma mulher no bairro Portal Caiobá e receberiam dinheiro quando jogassem os telefones.

Um interno do presídio entrou em contato com os adolescentes por telefone e os orientou sobre o que considerava o melhor local e horário para fazer o arremesso.

Os garotos então pegaram os telefones no terminal Bandeirantes e acabaram flagrados em uma chácara perto da unidade penal. Um homem também foi preso. O local seria entreposto de materiais ilícitos para serem arremessados ao presídio.

 
Muralha do presídio de segurança máxima, em Campo Grande — Foto: Osvaldo Nóbrega/TV Morena

Muralha do presídio de segurança máxima, em Campo Grande — Foto: Osvaldo Nóbrega/TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jogo de ontem
Zagueiro Marquinhos reconhece atuação ruim da seleção em Cingapura
Interior
Ao sair de festa, jovem é abordado por 10 rapazes e esfaqueado em Aquidauana
Polêmica nas redes sociais
Eduardo Bolsonaro ironiza sigla LGBT em camiseta
Caixa das laranjas
Notas fiscais reforçam a suspeita de caixa 2 na campanha do PSL de 2018
Campo Grande - sem efetividade
Trad não consegue evitar aumento de acidentes
Justiça
Justiça determina que governo contenha avanço de óleo em Sergipe
Interior
Três moradores em Guia Lopes são mortos e um é ferido na boca em possível tentativa de latrocínio em Corumbá
Internacional
Mercosul e Prosul apoiam governo do Equador e pedem fim dos protestos
Capital
Semana começa com calor de 40°C e chuva em todas as regiões de MS
Campo Grande
É vergonhoso ver esses politiqueiros que usam o santo nome em vão