Menu
Busca Qua, 18 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Eleições 2020

André Pucinelli já faz campanha para prefeito da capital.

Ninguém segura o italiano, os árabes que se cuidem.

17 agosto 2019 - 09h29

A senadora do MDB há poucos dias atrás lançou a campanha do seu partido rumo à prefeitura de Campo Grande.

Ela disse que André Pucinelli é o nome para Campo Grande ter como prefeito de novo.

As prisões, os processos, o povo esquece e vai onde houver estrutura.

André já ganhou a eleição antes mesmo dela acontecer, disse um velho fazedor de pesquisa que é Andresista e Trastista.

Então pelo que se bem entende é que o italiano sabe embaralhar as cartas, dar os dólares e tem seus indicados na justiça Comum como na eleitoral, com uma pequena baixa da desembargadora do TRE.

Será que o povo vai deixar?

André Pucinelli colocou todos os seus cupimchas no Tribunal de Contas do Estado e no MPE.

A situação eleitoral, em tese, é muito boa para André Pucinelli voltar a ser prefeito dando uma lição ao Trast de plantão.

Os empreiteiros são uníssonos ao afirmarem que André Pucinelli cumpre o combinado, diferente dos atuais governador e prefeito que são charlatães da política.

E vêm o MDB com o candidato cheirando mal, mas animado.

 

Jornalista Abreu

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde mental: Psicopata
De assaltante frustrado a autor de furto, Rafael agora é apontado como assassino frio e cruel
Política
Progressistas do MS tem mudanças bruscas no MS
Política
Eduardo Bolsonaro diz que vai processar Facebook e Instagram
Paralisação
Funcionários dos Correios suspendem paralisação em todo o país
Leilão em MS
Leilão tem desde iPhone, brinquedos até videogames
Humildade é tudo!
Garoto comemora aniversário de 4 anos com garis em Rondonópolis (MT)
Justiça
TSE determina: “Candidaturas laranjas” devem levar à cassação de toda a chapa
Campo Grande
Sujeira e buracos novos aparecendo no mesmo lugar
Sorte ou azar!?
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 120 milhões nesta quarta
Onde vai para este mundo!
Casal é preso suspeito de espancar até morte bebê de 1 ano e 7 meses em MS