Menu
Busca Ter, 03 de agosto de 2021
(67) 9.9928-2002
Educação

Com vagas limitadas, Escola do Sesi traz para Campo Grande o novo Ensino Médio

28 janeiro 2019 - 11h05

O novo Ensino Médio chega à Escola do Sesi de Campo Grande em 2019 e, com ele, a oportunidade de o aluno sair na frente, cursando a educação básica enquanto aprende uma profissão. A novidade é para poucos, já que o Ministério da Educação (MEC) selecionou apenas algumas instituições do ensino do Brasil para implantar o modelo e, por isso, as vagas são limitadas.

A Escola do Sesi de Campo Grande disponibiliza neste ano 35 vagas para o 1º ano do Ensino Médio. Nesta modalidade de ensino, os alunos terão a chance de, em um período, aprender os conhecimentos essenciais da educação básica, como Matemática, Português, passando pelas Artes, Sociologia e Filosofia, e, no contraturno, fazer um curso na área de Tecnologia da Informação: Técnico em Redes de Computadores.

As matrículas já estão abertas e, para garantir uma vaga, basta procurar a secretaria da Escola do Sesi de Campo Grande, que fica na Rua Engenheiro Roberto Mange, 190, no Bairro Amambaí. A secretaria funciona das 7h30 às 11 horas e das 13 às 17 horas.

Como funciona?

O novo Ensino Médio faz parte da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que será implantada pelo MEC em todo o País de forma gradual até 2022, quando a totalidade os estabelecimentos de ensino estarão contemplados. O tempo mínimo do estudante na escola, que é de 800 horas, passa a ser de 1.000 horas, podendo chegar a 1.800.

Parte deste tempo será destinado aos chamados itinerários formativos, o conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo, entre outros, criados de maneira a aproximar as escolas à realidade dos estudantes de hoje, já que os alunos podem escolher como elaborar este itinerário e quais conhecimentos pretendem aprofundar.

Nenhuma disciplina é excluída do currículo. A formação profissional e técnica representa mais uma alternativa para o aluno, permitindo que, ao final de três anos, ele obtenha tanto um certificado do Ensino Médio quanto do curso técnico. “A questão do novo Ensino Médio é que ele representa inúmeras novas frentes de oportunidades para o jovem. A grande mudança de mindset sobre aquele ensino que se restringia a preparar o aluno para prestar um vestibular e fazer o ENEM. Trata-se de uma grande disruptura no processo educacional, e o Sesi, mais uma vez, dá a largada na oferta de um ensino diferenciado”, avaliou a gerente de educação do Sistema Fiems, Simone Cruz.

Diferencial CISCO

A Rede de Educação do Sesi optou por oferecer o curso técnico em redes de computadores aliado ao ensino regular pela inovação e espaço no mercado de trabalho. “Acreditamos ser uma grande vertente e que possibilita um amplo domínio tecnológico, ou seja, abre grandes possibilidades no mercado de trabalho atual. O jovem terá as possibilidades de ter um domínio tecnológico, vislumbrando possibilidades de trabalho, independentemente de ter um nível superior, sem deixar de ter esta formação em universidade em vista”, acrescentou Simone Cruz.

O curso será oferecido pela instituição de ensino em parceria com a CISCO que, além do material didático, disponibiliza toda a estrutura do laboratório de redes e certifica os alunos, após uma avaliação que atesta se eles estão preparados, ou não, para atuar no mercado de trabalho.

“Quem é profissional da área tecnológica entende o valor que é ter uma certificação CISCO. Os professores e instrutores já passaram por uma formação e o laboratório de rede vai ser todo montado com os equipamentos CISCO. A Escola do Sesi vai preparar os alunos para obter uma boa performance na hora de fazer a prova da CISCO para que eles sejam certificados, o que já é mais um diferencial no currículo”, concluiu a gerente de educação.

Serviço - Mais informações também podem sem obtidas pelo telefone 0800 723 7374 e pelo WhatsApp (67) 99228-0075

 

Informações Fiems

vacina sim

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul
Inscrições prorrogadas para a segunda edição do Prêmio Inova
Oportunidade
Estão abertas as inscrições para curso de idiomas na UEMS
Brasília
PP não vai aceitar filiação de Bolsonaro
Dourados
Agesul retira mais de 800 toneladas de lixo das margens da MS-156 em Dourados
Interior
SubsRacial leva Campanha Julho das Pretas a Rochedo, com temas de saúde e educação
Mato Grosso do Sul
Temperaturas voltam a subir e ar seco segue predominando nesta quarta-feira
Mato Grosso do Sul
Governo investe R$ 5,8 milhões na pavimentação da MS-455, criando novo acesso a Capão Seco
Interior
Corpo de Bombeiros monitora incêndios com imagens de satélite e amplia fiscalização em áreas de focos
Campo Grande
Até quando a massa de ar frio polar vai atuar em Mato Grosso do Sul?
Esportes
Hoje é Dia: nota 10 de Comaneci e Dia do Futebol marcam semana