Menu
Busca Sáb, 11 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Copa do Mundo

Comércio não tem verde e amarelo, mas corrida para garantir "telonas" já começou

13 abril 2018 - 13h33Por Redação Notícias VIP
A exatamente dois meses da Copa do Mundo, o verde e amarelo ainda não fazem parte da decoração no comércio de Campo Grande, mas a corrida para garantir uma "telona" antes do início das disputas já começou. Otimista ou não, o campo-grandense fã de futebol pode conseguir um verdadeiro cinema em casa por menos de R$ 3 mil.

Os negócios do varejo estão devagar, mas a expectativa é de melhora com a aproximação da Copa do Mundo da Rússia. Conforme a coluna do Broad, a estimativa da rede de supermercados Extra, do Grupo Pão de Açúcar, por exemplo, é de que as vendas de televisores para a Copa avancem 50% na comparação com 2014.

No Centro de Campo Grande, os televisores de 43 e 50 polegadas são os mais procurados e lideram as ofertas nas lojas de eletrodomésticos. Os da marca AOC e LG, de 43 polegadas, variam de R$ 1.699,00 a R$ 1.799,00. Já os televisores Samsumg, AOC e LG, de 50 polegadas, oscilam entre R$ 2.899,00 a R$ 2.999,00.

Das 20 edições do mundial, já promovidos pela FIFA (Federação Internacional de Futebol Associados), a Copa de 2018 será a primeira com transmissão 100% digital, o que também deve estimular a troca dos aparelhos.

Além de preços competitivos, o cliente busca a melhor relação entre custo x benefício. O marido de Laura Ortiz, de 56 anos, já garantiu a diversão para os jogos. "A gente conseguiu uma de 49 polegadas por R$ 2,2 mil. Eu sou meio desligada de jogo, futebol, mas ele ama e já garantiu a tela grande", disse.

Namorando os preços televisores, Francilei dos Santos, de 43 anos, tem vontade de aposentar a que tem em casa, mas ainda não terá necessidade. "Já tenho TV, mas a gente sempre quer trocar. Se eu não tivesse iria comprar uma", disse.

Cuidando a filha de um lado e carregando um televisor do outro, Sueli Sebastiana, de 43 anos, driblava pedestres no meio do centro. A dona de casa deu entrevista enquanto andava para não perder o pique. "Eu já antecipei a compra porque consegui uma promoção.?A gente já garante para a diversão da Copa", disse.

A reportagem procurou a gerência de quatro lojas de eletrodomésticos, mas ninguém se posicionou sobre novas ofertas ou complemento nos estoques. A CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campo Grande) informou que ainda não possui pesquisas sobre as vendas.
RACISMO NÃO!

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro e Coronavirus
Reabertura precoce transforma Brasília em epicentro da Covid-19
Saúde
Brasil passa de 70 mil mortes por coronavírus e supera 1,8 milhão de casos
Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas
Saúde
Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus