Menu
Busca Qui, 21 de janeiro de 2021
(67) 9.9928-2002
IRREGULAR

Comissionados lotam Câmara enquanto concursados esperam

12 abril 2018 - 09h33Por Redação Notícias VIP
A Câmara Municipal de Campo Grande vem protelando a nomeação dos aprovados no concurso público do órgão. Inchada de servidores comissionados, a Casa de Leis precisa, literalmente, encontrar espaço para abrigar quem passou no concurso. Extinguir velhos cargos de confiança ou mesmo reduzir o número de servidores nos gabinetes seria uma alternativa para dar agilidade ao processo. No entanto, a presidência da casa afirma que as nomeações se darão de maneira gradativa, para que a mudança não prejudique serviços internos, e não apresentou data para as primeiras nomeações.

De acordo com o presidente do legislativo, João Rocha (PSDB), as exonerações vão acontecer conforme a necessidade e de modo que matenha o desempenho da Casa. Uma coisa é você ser aprovado no concurso, outra coisa é você ser capacitado para a exercer a função. Eu não posso tirar uma pessoa que está há algum tempo na função, por meritocracicia, e colocar uma que passou no concurso agora, que não tem conhecimento da função, dos trâmites. Isso é uma questão de gestão, até para o desempenho do servidor ser melhor na Casa , disse.

Meritocracia à parte, se considerados apenas os números, a necessidade da nomeação dos concursados é urgente. Conforme levantamento feito pelo Correio do Estado, por meio do Portal da Transparência, dos 623 servidores da Câmara Municipal, apenas 43 são efetivos e 589 comissionados, que trabalham na administração, em secretarias, comissões e procuradoria da Casa e nos gabinetes de vereadores. Há, ainda, 44 servidores concursados, mas que são cedidos a outros órgãos públicos.
pedofilia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasíl
Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h
Campo Grande
Reinaldo Azambuja faz balanço do primeiro dia de vacinação no MS
Covid 19 em MS
Mesmo com vacina, população deve seguir em alerta sobre a Covid-19, afirma Reinaldo Azambuja
Tempo
Com previsão de mais chuva, Defesa Civil orienta população que mora em áreas de risco
Senado da República
Simone (MDB-MS), Kajuru (Cidadania-GO), Major Olímpio (PSL-SP) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG) querem a presidência do Senado
Campo Grande
Região Norte da capital reclama do prefeito MarquinhosTrad (PSD)
Brasíl
Governo federal lança sistema para simplificar a abertura de empresa
Justica
STJ dá 48h para autoridades do Amazonas se explicarem sobre oxigênio
Vacina
Fiocruz admite possível atraso na produção da vacina
Política
Novo defensor público-geral assume e pede investimentos para DPU