Menu
Busca Qua, 16 de outubro de 2019
(67) 9.9928-2002
Capital

Concessionária de energia corta ligações irregulares em área da da homex invadida por 1.200 familia

11 julho 2019 - 13h15

A área invadida pertencia à construtora Homex que decretou falência antes de concluir alguns empreendimentos. Há 4 anos, famílias começaram a ocupar as construções inacabadas e também construíram casas em outros terrenos da empresa, que são considerados particulares embora a posse permaneça em entrave judicial.

O corte foi feito na manhã desta quinta-feira (11) e muitos moradores da área invadida reclamaram: "Nós queremos pagar por água e luz mas como é área particular, não sabemos mais a quem pedir que seja feita a regularização", diz uma moradora. As famílias da área de invasão também não possuem rede de água.

Moradores da área invadida não têm acesso a outros serviços públicos:

"O pessoal da invasão têm fossas a céu aberto e como não possuem coleta de lixo, queimam todo o lixo doméstico nos terrenos em volta. Estou falando de lixo de banheiro, restos de comida, o mau cheiro e a fumaça são insuportáveis. Os moradores regulares são contribuintes, pagam suas prestações de água, luz e impostos, isso não é justo", declara a síndica de um dos condomínios que prefere não identificar-se porque relata já ter sido ameaçada.

O presidente da Agência Municipal de Habitação (Emha) informou que, como a área é particular, a prefeitura não pode instalar luz e água para os moradores da invasão. A concessionária de água da capital informou que não está fazendo nenhuma ação no local nesta quarta-feira. Com informações G1.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
"Eu quero provar que Moro é o bandido, não eu", diz Lula à RTP
Famosos
16 de outubro : aniversário de 90 anos de Fernanda MontenegroConfira alguns momentos marcantes deste dia!
Frota sugere Pabllo Vittar para ministério: ‘No lugar da Damares, faria melhor’
Fortaleza
Governo do Ceará não confirma morte em prédio que desabou
Polícia
Chamaram -no de covarde que corumbaense era covardeCorumbaense
Exame para identificar vírus Zika é comercializado no país
Tragédia
Mortos por tufão no Japão chegam a 69. Dez seguem desaparecidos
Política
Maioria do Brasil considera que Lava Jato cometeu excessos
Nordeste brasileiro
CAIXAS MISTERIOSAS DE NAVIO DA 2ª GUERRA MUNDIAL APARECEM NO NORDESTE
Inacreditavel
Após ser abandonada grávida, empresária dá a volta por cima e emprega ex-namorado