Menu
Busca Qui, 18 de julho de 2019
(67) 9.9928-2002
Capital

Concessionária de energia corta ligações irregulares em área da da homex invadida por 1.200 familia

11 julho 2019 - 13h15

A área invadida pertencia à construtora Homex que decretou falência antes de concluir alguns empreendimentos. Há 4 anos, famílias começaram a ocupar as construções inacabadas e também construíram casas em outros terrenos da empresa, que são considerados particulares embora a posse permaneça em entrave judicial.

O corte foi feito na manhã desta quinta-feira (11) e muitos moradores da área invadida reclamaram: "Nós queremos pagar por água e luz mas como é área particular, não sabemos mais a quem pedir que seja feita a regularização", diz uma moradora. As famílias da área de invasão também não possuem rede de água.

Moradores da área invadida não têm acesso a outros serviços públicos:

"O pessoal da invasão têm fossas a céu aberto e como não possuem coleta de lixo, queimam todo o lixo doméstico nos terrenos em volta. Estou falando de lixo de banheiro, restos de comida, o mau cheiro e a fumaça são insuportáveis. Os moradores regulares são contribuintes, pagam suas prestações de água, luz e impostos, isso não é justo", declara a síndica de um dos condomínios que prefere não identificar-se porque relata já ter sido ameaçada.

O presidente da Agência Municipal de Habitação (Emha) informou que, como a área é particular, a prefeitura não pode instalar luz e água para os moradores da invasão. A concessionária de água da capital informou que não está fazendo nenhuma ação no local nesta quarta-feira. Com informações G1.

Liberdade de expressão

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Ladrões se dão mal ao cair da moto
Mega-Sena
Resultado do sorteio do concurso n. 2170
JUSTIÇA
Registro de crimes cai no primeiro trimestre do ano
JUSTIÇA
Em MS, homem é preso em casa com arma, munições e R$ 21 mil
MILICIA
PF investiga suposta 'milícia' que com ameaças, extorsões e violência estaria tentando controlar aldeia urbana em Campo Grande
JUSTIÇA
Professor pesquisado por acusado de matar Marielle renuncia à direção após ameaças
Exemplo
PREFEITO MEXICANO SE DISFARÇA DE DEFICIENTE PARA TESTAR FUNCIONÁRIOS E FOI ISSO QUE ELE DESCOBRIU
Pai ridiculariza filha publicamente por ela não apoiar o atual governo
INVESTIGAÇÃO
Arma achada na casa de Flordelis foi usada para matar pastor
INTERIOR
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência em MS