Menu
Busca Sáb, 30 de maio de 2020
(67) 9.9928-2002
Judiciário

Desembargadores corruptos querem presidir Tribunal de Justiça

04 dezembro 2019 - 07h16Por Diário do Poder
 

Afastados do Tribunal de Justiça da Bahia no escândalo de venda de sentenças, investigado na Operação Faroeste, os desembargadores Maria da Graça Pimentel Leal e José Olegário Monção Caldas manobram para adiar a eleição desta quarta (4) para substituir o atual presidente, também afastado. Ambos são candidatos. Os envolvidos na maracutaia, incluindo a ex-presidente do TJBA Maria do Socorro Santiago, agora presa, acham que tudo vai dar acabar em acarajé. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

 

Frase célebre do ex-governador Otavio Mangabeiras definiria bem a candidatura da dupla: “Pense num absurdo, na Bahia há precedente”.

 

CORONA 3

Deixe seu Comentário

Leia Também

Campo Grande
Moradores reclamam da omissão de Trad e vereadores da capital
Campo Grande
Polícia prende em Pedro Gomes autor de duplo homicídio na cidade de Costa Rica
Coronavirus
Com ministro interino e sem secretário de Vigilância, coronavírus avança e chega a 70% das cidades do país
Dourados
Jovem de 27 anos é a segunda morte por coronavírus em Dourados
Brasília-DF
Governo nomeia PM indicado pelo centrão para presidência da Funasa
Fronteira
PMR apreende 740 k de maconha
Campo Grande
A sujeira e o abandono de bairros na capital
Dourados
Pichações remetem à necessidade de revolução " por terra, salário e alimento: rebelar-se é justo!"
Movimentos so
Brasília
Crise: Senado aprova linha de crédito para profissionais liberais
Coronavirus
Brasíl tem 1.124 mortes registradas hoje totalizando 27.878 mortes por Covid 19