Menu
Busca Qua, 18 de setembro de 2019
(67) 9.9928-2002
Caso de racismo na capital

'Ela falava olhando no meu olho', diz vítima de injúria racial e que foi expulso da casa de idosa presa em MS

Trabalhador diz que já viveu situações semelhantes e não denunciou o crime. A idosa, segundo a polícia, teve a fiança arbitrada em um salário mínimo e responde em liberdade.

11 setembro 2019 - 13h00Por G1 MS

O agente de saneamento, de 40 anos, que foi expulso e xingado ao vistoriar um hidrômetro na casa de uma idosa, por ser negro, deu entrevista exclusiva ao G1 seis dias após o crime, nesta quarta-feira (11). O caso ocorreu em Campo Grande. Ele, que não terá a identidade revelada, ressaltou que já viveu episódios semelhantes e não fez denúncias. No entanto, ficou indignado ao perceber que a mulher tentava o humilhar "olhando no olho" dele.

"A polícia somente foi ao local porque ela chamou, não queria que eu encostasse a mão no hidrômetro. Por mais que foi grave, eu não iria levar a situação adiante, prefiro até me preservar e inclusive já passei por esta situação de preconceito outras vezes, assim como colegas. Mas, foi uma infelicidade da parte dela e fiquei indignado porque ela falava olhando no meu olho", lamentou a vítima.

Na ocasião o trabalhador conta que pediu ao colega para continuar trabalhando e ele sairia do imóvel. "Acho que a justiça maior é a de Deus. Sou casado, tenho 3 filhos e busquei neles e no restante da minha família o conforto. Eu continuo trabalhando normalmente", afirmou.

Segundo o delegado Camilo Ketenhuber, da 2ª Delegacia de Polícia, ela passou a noite na cadeia e foi liberada no dia 6 de setembro após pagar a fiança de um salário mínimo. "Houve a audiência de custódia e ela também não demonstrou arrependimento em nenhum momento. Ela falou que o chamou de negro porque ele não se identificou para ela. No entanto, ele estava com o crachá e eu disse a ela porque não questionou o nome dele. Eu também vi o vídeo e constatamos que ela o chamou de negro com a intenção de humilhá-lo", explicou.

 

Entenda o caso

A mulher de 61 anos foi presa em flagrante no dia 5 de setembro e foi indiciada por crime de injúria racial. Na ocasião, ela teria xingado o funcionário enquanto ele vistoriava o hidrômetro: 'Não põe a mão, você é um negro, tição'

Segundo o boletim de ocorrência, o funcionário e o colega receberam uma ordem de serviço, no qual deveriam se deslocar até um imóvel e verificar a rede de esgoto e o hidrômetro, com suspeita de fraude por conta da leitura do histórico de consumo. A dupla então chegou no local com o crachá e o veículo da empresa.

Em seguida, um homem os recebeu e disse que chamaria a proprietária do imóvel. Ela então se aproximou e, conforme o boletim, estava visivelmente alterada. A idosa disse que tinha recebido uma notificação por não ter feito a ligação de esgoto e estar usando a fossa. Neste momento, os funcionários a disseram que precisariam vistoriar o equipamento, quando ela teria respondido: "Por qual motivo vocês querem olhar o hidrômetro, eu vou chamar a polícia".

A vítima, de 40 anos, então teria dito a ela que poderia chamar a polícia. Ainda conforme o registro policial, a idosa então apontou o dedo para ele e falou: "Seu negro, você não vai por a mão no meu hidrômetro, você é um negro!". O funcionário ressaltou que a mulher repetiu a mesma palavra, diversas vezes, e por isso ele gravou pelo celular.

As imagens foram encaminhadas para a polícia. A vítima também ressaltou que no teor do vídeo consta o momento em que a idosa o expulsou do imóvel, além de chamá-lo de tição e dizendo que apenas o colega dele deveria ficar lá. Ainda conforme o depoimento do funcionário, o marido e filhos dela presenciaram a cena e a pediram para parar de xingar. No entanto, mesmo assim, ela continuou com a "clara intenção de humilhar e menosprezar", sendo ainda empurrado por ela.

 
Empresa emitiu nota de repúdio após caso de injúria racial em MS — Foto: Redes sociais/Reprodução

Empresa emitiu nota de repúdio após caso de injúria racial em MS — Foto: Redes sociais/Reprodução

Com informações, G1.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Famosos
Visita do papai! Viúva de Mr. Catra revela contato espiritual com o marido
Final trágico
Enfermeira grávida de 6 meses morre a caminho do casamento em SP; bebê passa bem
Saúde mental: Psicopata
De assaltante frustrado a autor de furto, Rafael agora é apontado como assassino frio e cruel
Partido Progressistas
Progressistas tem mudanças bruscas no MS
Política
Eduardo Bolsonaro diz que vai processar Facebook e Instagram
Paralisação
Funcionários dos Correios suspendem paralisação em todo o país
Leilão em MS
Leilão tem desde iPhone, brinquedos até videogames
Humildade é tudo!
Garoto comemora aniversário de 4 anos com garis em Rondonópolis (MT)
Justiça
TSE determina: “Candidaturas laranjas” devem levar à cassação de toda a chapa
Campo Grande
Sujeira e buracos novos aparecendo no mesmo lugar