Menu
Busca Dom, 18 de agosto de 2019
(67) 9.9928-2002
Energisa desrespeita consumidor

Em Campo Grande muitas reclamações por desrespeito aos consumidores

22 julho 2019 - 18h20Por Plantão de notícias

Muitos consumidores ligaram para o Notíciasvip e denunciaram o procedimento inadequado da concessionária de energia elétrica.

Lembrando que no início do ano a Assembleia Legislativa começou a receber inúmeras reclamações de todos os municípios pelo aumento dos valores cobrados dos consumidores.

De acordo com dados da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon), somente no mês de janeiro, foram registradas 330 reclamações contra a concessionária de energia em Campo Grande. O volume corresponde a uma média de 10 queixas diárias e a um aumento de 16,6% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Em janeiro de 2018, o número de reclamações contra a concessionária foi de 283

 

Em uma das ocorrências de hoje, suspensão indevida do fornecimento de energia elétrica, o consumidor ligou para o serviço de atendimento ao consumidor da empresa,  para informar que o "corte" era indevido, pois não existia débito, mais ainda que naquela residência havia pessoa idosa, além de produtos perecíveis. A resposta foi   que a religação de urgência leva 24 horas, custa R$35,00 e se o consumidor quiser denuncie ao Procon.

A Energisa realizou a suspensão do fornecimento sem a prévia e devida notificação.

Além do mais o consumidor mostrou o comprovante de pagamento da conta de energia elétrica, mas af

A situação é de extrema gravidade, pois a concessionária causa prejuízos morais e materiais aos consumidores quando faz suspensão indevida do fornecimento de energia elétrica entre outras ações prejudiciais .

A Energisa não oferece o serviço de atendimento ao consumidor para minimizar o dano ou evitar que se torne imutável. Pois leva o tempo que quiser para restabelecer o fornecimento desse bem e serviços retirado do cidadão que tem direitos assegurados pela Constituição Federal.

A normas que regem esse serviço são claras, assim também o código de defesa do consumidor, que assegura ao consumidor o direito de não ter " cortada a sua luz", conforme denunciou o consumidor.

A Energisa não respondeu aos contatos do Notíciasvip. 

O diretor da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro não  retornou a ligação da reportagem.

Defesa do Consumidor

Deixe seu Comentário

Leia Também

Meio Ambiente
O motivo pela qual a Islândia detesta os influenciadores digitais
Fronteira sem segurança
Dos dois lados mais de 150 mortes violentas praticados pelo crime organizado
Campeonato Brasileiro
Palmeiras inicia neste sábado maratona decisiva contra o Grêmio
Economia
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 24 milhões
Polícia
Não brinca com mulher " nervuda"
Entretenimento
O mistério do "Homem Tv" que está intrigando as autoridades no EUA
Internacional
Mais de 11 mil pássaros são encontrados mortos nos EUA após tempestade de granizo
Nova Andradina
Na frente da prefeitura carro bate em árvores
Cultura
Dia do Pão de Queijo: conheça a história e aprenda a fazer este quitute mineiro
Enquete
Você acha que os atuais vereadores merecem se reeleger? Participem