Menu
Busca Sáb, 11 de julho de 2020
(67) 9.9928-2002
Polícia

Empresário que estava no motel com veterinária morta, compareceu na polícia para evitar prisão

21 janeiro 2020 - 08h39Por Plantão de Polícia

A Polícia Civil ouviu ontem o empresário que estava com a veterinária no motel, na BR 262, que morreu após um surto decorrente de uso de substância de entorpecente.

Trata-se de Valler, 30 anos, que prestou depoimento na condição de testemunha do ocorrido que matou a veterinária .

A polícia segue com as investigações, deve ouvir testemunhas que se encontravam no motel e aguarda o laudo da perícia para desvendar a morte da veterinária.

 

Com informações da polícia civil

news

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esporte
Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras
Bolsonaro e Coronavirus
Reabertura precoce transforma Brasília em epicentro da Covid-19
Saúde
Brasil passa de 70 mil mortes por coronavírus e supera 1,8 milhão de casos
Brasíl
Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 10 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
Campo Grande
Trad remaneja 70 milhões de reais com conivência dos vereadores
Saúde
ESPECIAL-Bolsonaro aposta em "cura milagrosa" para salvar o Brasil, e própria vida, da Covid-19
Política
Maia diz que é grave Bolsonaro tratar de hidroxicloroquina e que políticos não devem recomendar remédios
Política
Ministro pede investigação da PF com base na Lei de Segurança Naciona
Polícia
Força tarefa da federal cumpre ordens judiciais contra executivos das lojas Ricardo
Brasíl
Bolsonaro veta obrigação do governo em oferecer água, produtos de higiene e leitos a indígenas